.

.
.
.
.
.

SOLIDARIEDADE NO CORAÇÃO

EXISTIRÃO VÁRIOS POVOS CAPAZES DE SER SOLIDÁRIOS, NÃO DUVIDO.
EXISTEM CIDADES NO MUNDO "CIVILIZADO" ONDE SE PODE CHORAR EM DESESPERO NO MEIO DA RUA, OU ATÉ CAIR PARA O LADO, PERMANECENDO ABSOLUTAMENTE SÓ PORQUE TODOS TÊM MUITA PRESSA E/OU NINGUÉM TEM NADA COM ISSO.

MUITOS POVOS DO MUNDO "CIVILIZADO" VIVEM NA RECONFORTANTE IDEIA DE QUE "ALGUÉM FARÁ" O QUE FOR NECESSÁRIO. E SEGUEM EM FRENTE PORQUE A VIDA NÃO ESPERA

UMA DAS RAZÕES, E BEM FORTE, PORQUE GOSTO DE SER PORTUGUESA É QUE, APESAR DOS NOSSOS EGOZINHOS POR VEZES COMPLEXADOS E FREQUENTEMENTE DESMEDIDOS, QUANDO A COISA NOS APERTA O CORAÇÃO SOMOS CAPAZES DE GRANDES ACTOS DE SOLIDARIEDADE DA MAIS PURA E, CONSEQUENTEMENTE, DESINTERESSADA. SOMOS CAPAZES DE PARAR POR ALGUÉM, PORQUE A VIDA NÃO ESPERA.

ENTERRADO NO QUOTIDIANO OU SEMPRE PRESTES A SALTAR DO PEITO, OS PORTUGUESES TÊM UM CORAÇÃO GRANDE, EMOCIONAL E GENEROSO.


MAIS UMA PROVA DISTO?
TENDO POR REFERÊNCIA O POST QUE AQUI DEIXEI NO PASSADO DIA 21, TRANSCREVO NA INTEGRA UM ARTIGO QUE SE ENCONTRA NO "DN ON LINE" http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=1214347


PELO CORAÇÃO DOS PORTUGUESES E PELA VIDA DA(S) MARTA(S) FELIZMENTE AINDA SOMOS PESSOAS


APELO:do Centro de Recolha de Medula Óssea

Devido a gigantesca onda de pessoas que se tem oferecido como dadores de medula, graças a campanha para AJUDAR A MARTA, O CEDACE, pede ajuda nas seguintes áreas:

-Enfermeiros voluntários para tirar sangue.

-Pessoas para introdução de dados no computador (trabalho temporário e remunerado).

Pede-se a todos os interessados para ligarem Tel:217504152





DN on line ,28 de Abril, 2009

«Seis mil dão medula por Marta numa semana»
por ANA BELA FERREIRA

«Menina de quatro anos tem leucemia e precisa de um transplante. A família lançou uma campanha no Facebook e o elevado número de respostas levou o banco nacional a pedir ajuda a enfermeiros exteriores para recolher amostras.

A campanha para encontrar um dador de medula para Marta, a menina de quatro anos que tem leucemia, provocou um aumento de mais de seis mil dadores em apenas uma semana. De acordo com fonte do Registo Português de Medula Óssea (CEDACE), o número de possíveis dadores aumenta ao ritmo de "100 ou 120 por dia".
Marta soube que tinha leucemia em Fevereiro, já fez três ciclos de tratamento e procura agora um dador, já que ninguém da família é compatível. O transplante é a sua última esperança, daí que a família tenha criado uma página na rede social online Facebook para apelar a possíveis dadores.
A mensagem foi eficaz e só no sábado foram mais de 1300 as pessoas que se juntaram na escola da Marta para fazerem os testes de compatibilidade. Apesar da grande adesão, o laboratório do CEDACE ainda não conseguiu determinar se existe um possível dador, devido ao volume de amostras a analisar.
Susana Mendonça, do Registo, explica que "ainda temos de trabalhar as amostras dos últimos dias". Por enquanto, o CEDACE continua a receber pedidos de empresas particulares para fazerem recolhas. "Já tenho 20 brigadas para agendar e só desde as 08.00", contou ao final da manhã fonte da instituição.
Susana Mendonça assegura que o Registo está a conseguir dar resposta a todas as solicitações. "Estamos a adaptar as equipas para ter gente em todas as empresas que nos pediram uma brigada de recolha", justifica.

Uma das adaptações em curso é a formação de enfermeiros voluntários para participar nas brigadas, segundo disse ao DN Maria João Dray, tia de Marta. "O mês de Maio está já preenchido de recolhas fora do centro", confirma Maria João. O que só é possível graças ao trabalho do CEDACE e à vontade dos voluntários, realça.
"Tem sido fantástico o esforço que os profissionais do centro de recolha têm feito ao trabalhar aos fins-de-semana e feriados. Têm sido incansáveis no apoio à Marta", elogia a tia da menina, que também não esquece os milhares de dadores que acorreram quer ao Registo quer às brigadas de rua. Uma atitude que classifica de "comovente e emocionante".
Maria João Dray recorda as mais de 1300 pessoas que no sábado estiveram no Botãozinho, escola frequentada pela menina a quem foi diagnosticada leucemia em Fevereiro. "Foi emocionante ver as pessoas que se deslocaram no sábado convictas de que poderiam ajudar e não desmobilizaram, apesar das longas filas e da chuva", lembra.

Mas o objectivo desta campanha não é apenas ajudar a encontrar um dador para a Marta. A tia da menina sublinha que pretendem "apelar à recolha e desmistificar a ideia do que é dar medula e ao mesmo tempo não dramatizar a situação da Marta".
Por considerar que os portugueses ainda têm medo de dar medula, Maria João frisa que esta onda de divulgação serve para lembrar que basta dar uma pequena amostra de sangue. "Quero que as pessoas pensem: Será que o comodismo e o medo valem uma vida", questiona.
Hoje, a equipa de recolhas vai estar no Oceanário e esta semana vai passar ainda pelos colégios S. Tomás e S. João de Brito, além de algumas empresas privadas. »

PROMESSAS SÃO CANTIGAS...

Para animar o fim de semana prolongado que aí vem (Yuuuupppiiiiiii!!!!)
Como adjuvante de memória (para quem precise)
E porque já andamos todos (uns mais do que outros...)
em pré-campanha eleitoral (ahhh, e como eu gosto disso!)




S, obrigada pelo link ao vídeo

FREEPORTGATE

Conforme o comum dos mortais, não faço a menor ideia se José Sócrates praticou, ou não, actos dolosos no badalado "Caso Freeport"; posso ter a minha singela opinião relativa ao carácter do sujeito e, de acordo com a mesma, pensar se as probabilidades de o ter feito serão elevadas, baixas ou quase nulas. A verdade é que opiniões não fazem doutrina e neste caso, como em qualquer outro que envolva falcatruas e justiça, opiniões são absolutamente irrelevantes, as minhas ou as de seja quem for.

Agora, como diria o amigo banana, uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa, ou seja: uma coisa é andar por aí a dizer que o primeiro-ministro é culpado, ou inocente, outra, bem diferente – sobretudo porque o cidadão José Sócrates é primeiro-ministro – é que as pessoas querem saber o que se passou, quererem ser informadas e querem que "o Caso" seja investigado em tempo útil – José é primeiro-ministro, líder do partido no poder e estamos em ano de eleições.

Sócrates optou por retrancar e não dar explicações, é um direito que o assiste, pelo menos por enquanto. Pode ser que o silêncio seja de ouro, quanto às razões ele lá saberá.




Sócrates pode retrancar, até pode fazer birras e assumir uma posição de vítima embora não lhe fique bem, não se coadune, digo eu, com a dignidade que deveria estar intrinsecamente ligada ao cargo de Estado que desempenha. O que Sócrates não pode, ou, ao que parece, não deve, é opor-se a qualquer tipo de investigação de o "Caso Freeport". Na defesa da sua inocência quanto mais depressa e mais profundamente este "Caso" for investigado melhor. Ou não?

Estes últimos dias têm-me trazido à memória o "Caso Watergate" e os dois célebres jornalistas do Washington Post, Bob Woodward e Carl Bernstein, que, ao estabelecerem a ligação entre o assalto ao Edifício Watergate – sede do Partido Democrata – e a Casa Branca, lançaram uma investigação jornalística (soberbamente contada por Alan Pakula no seu "All the President's Men" em 1976) que veio a culminar com a retratação e demissão de Nixon.
Apesar das conspirações, destruição de provas, intervenção dos serviços secretos e das inúmeras ameaças, nunca o Washington Post recuou ou foi apelidado de "Jornalismo Travestido" nem acusado de perseguição por "ódio pessoal".


Existiram, à época, situações de obstrução gravíssimas e criminosas mas (e espero fazer compreender o meu raciocínio quando digo "pelo menos"), pelo menos, foram feitas pela calada, sub-repticiamente, sem queixinhas ou birras de vítima injustiçada.

Se a vítima é injustiçada pois que se levante, dê um murro na mesa e faça valer a sua inocência em termos dignos e compreensíveis, dê a cara ao povo que já votou e voltará a votar e demonstre onde se esconde a "horrenda cabala" que movem contra si; ir para um Telejornal de uma estação televisiva "concorrente" proclamar que os jornalistas da TVI são "muito feios e andam a perseguir-me com maldades porque não gostam de mim" não é caminho, não resolve nem é atitude tolerável num primeiro-ministro. Além do mais esse mesmo Telejornal, o da RTP 1, tem vindo a divulgar, como é de sua obrigação, obviamente, noticias tão badaladas quanto as da TVI, e mantém "on-line" os vídeos e entrevistas transmitidas; só (aqui) numa página da RTP "vídeos Freeport" contei 9 e mais 4 links a artigos sobre o mesmo. Ora bolas!

Nixon não se safou, ficou conhecido como "Tricky Dick"; pessoalmente, se tivesse de escolher um "petit non" pelo qual ficasse conhecida, do mal o menos, preferiria Tricky Dick a"Pinócrates", no mínimo é mais sensual...

José Sócrates poderá ou não estar inocente neste caso, a Manuela Moura Guedes pode estar com uma cara esquisita, o Vasco Polido Valente pode beber uns copos, a TVI pode ser uma estação jornalisticamente simpática ou intolerável, como queiram, mas, em nome da Liberdade de Imprensa, da Liberdade de Informação e dos Valores Democráticos que o nosso primeiro diz defender, vendo o comportamento e postura de um e outro, desculpem lá o mau jeito, quem me dera ter o José Eduardo Moniz no lugar do outro José.

Fica aqui abaixo, espero que me compreendam como compreenderão, por certo, o que está em causa.

O LOBO VIRTUAL

«.../... De repente, surge-lhe um grande lobo à sua frente...

- Onde é que vais, linda menina?

Como o Capuchinho Vermelho não sabia que era perigoso falar com os lobos, ela respondeu-lhe:


- Vou até casa da minha avozinha. Tenho um pão muito fresquinho e alguns bolos para lhe dar...


- E onde vive a tua avozinha?


- É já ali, a primeira casa depois de passarmos a floresta.
O lobo pensou durante um bocado e disse:


- Queres fazer um jogo? Vamos ver quem é que chega primeiro a casa da tua avozinha... Tu vais pelo caminho da esquerda e eu pelo da direita. Queres? »


_____________________________________________________

Actualmente a história de "Capuchinho Vermelho" é muito diferente:

  • Primeiro porque "Capuchinho" já sabe que é perigoso falar com o "Lobo" e já sabe que ele está à espreita na floresta

  • Segundo porque "Capuchino" também já sabe que há determinadas informações que não deve dar, perguntas às quais não deve responder e que constituem sinais de perigo
Será?

Hoje recebi um e-mail da minha Amiga Luísa sobre uma história que todos conhecemos, sobre perigos dos quais todos somos capazes de falar com a consciência de que existem mas que talvez não tenhamos a clara noção de como enredam a realidade diária, de como as teias estratégicas, cuidadas e sistemáticas são tecidas em torno de potenciais alvos e de como estes são fáceis de manipular e explorar - tanto mais quanto maior a auto-confiança que cada um de nós, e os mais jovens em particular, tem na sua capacidade de reconhecer e lidar com os sinais de alerta, com o perigo, com a partilha de informação.
Os "Lobos" são metódicos, experientes, pacientes; fazem da recolha de informação e da sua sistematização um hobby, não têm pressas, estudam os seus alvos por gosto e desafio, buscam exaustivamente os possíveis erros na arquitectura dos seus planos, o maquiavelismo dos seus enredos constitui um desafio de sombria perfeição, da suprema arte de enganar vestindo a pele de cordeiro, são Os Impostores por excelência.




Aqui deixo o texto do e-mail que recebi; não sei quem o escreveu, temo que tenha tido as suas boas razões...


«Após deixar os livros no sofá ela decidiu lanchar, pegar no seu portátil e entrar online.
Ligou-se ao Messenger com o seu nome de código (nick): Docinho14.
Procurou na sua lista de amigos e viu que Meteoro123 estava on-line. Enviou-lhe uma mensagem instantânea:

Doçinho14: Oix. Que sorte estares aí! Pensei que alguém me seguia na rua hoje. Foi mesmo esquisito!

Meteoro123: Lol. Vês muita TV. Por que razão alguém te seguiria? Não moras num local seguro da cidade?

Docinho14; Com certeza. Lol. Acho que imaginei isso porque não vi ninguém quando me virei.

Meteoro123: A menos que tenhas dado o teu nome online. Não fizeste isso, pois não?

Docinho14: Claro que não. Não sou idiota, já sabes.

Meteoro123: Jogaste vólei depois das aulas hoje?

Docinho14: Sim e ganhamos!

Meteoro123: Óptimo! Contra quem?

Docinho14: Contra as Vespas do Colégio da Sagrada Família. LOL. Os uniformes delas são um nojo! Pareciam abelhas. LOL

Meteoro123: Como se chama a tua equipa?

Docinho14: Somos os Gatos de Botas. Temos garras de tigres nos uniformes. São impecáveis.

Meteoro123: Jogas ao ataque?

Docinho14: Não, jogo à defesa. Olha: tenho que ir. Tenho que fazer os TPC antes que cheguem os meus pais. Xau!

Meteoro123: Falamos mais tarde. Xau.

Meteoro123 foi à lista de contactos e começou a pesquisar sobre o perfil dela. Quando apareceu, copiou-o e imprimiu-o. Pegou na caneta e anotou o que sabia de Docinho até agora:
Nome: Susana
Aniversário: Janeiro 3
Idade: 13
Cidade onde vive: Porto
Passatempos: vólei, inglês, natação e passear pelas lojas

Além desta informação sabia que vivia no centro da cidade porque lho tinha contado recentemente. Sabia que estava sozinha até às 6.30 todas as tardes até que os pais voltassem do trabalho. Sabia que jogava vólei às quintas-feiras de tarde com a equipa do colégio, os Gatos de Botas. O seu número favorito, o 4, estava estampado na sua camisola.Sabia que estava no oitavo ano no colégio da Imaculada Conceição. Ela tinha contado tudo em conversas online.
Agora tinha informação suficiente para encontrá-la.


Susana não contou aos pais sobre o incidente ao voltar do parque. Não queria que ralhassem com ela e a impedissem de voltar dos jogos de vólei a pé.Os pais sempre exageram e os seus eram os piores. Ela teria gostado não ser filha única. Talvez se tivesse irmãos, os seus pais não tivessem sido tão super protectores.

Na quinta-feira seguinte, Susana já se tinha esquecido que alguém a seguira. O seu jogo decorria quando, de repente, sentiu que alguém a observava.
Então lembrou-se.
Olhou e viu um homem que a observava de perto. Estava inclinado contra a cerca na arquibancada e sorriu quando o viu. Não parecia alguém a quem temer e rapidamente desapareceu o medo que sentira.

Depois do jogo, ele sentou-se num dos bancos enquanto ela falava com o treinador. Ela apercebeu-se do seu sorriso mais uma vez quando passou ao lado. Ele acenou com a cabeça e ela devolveu-lhe o sorriso.

Ele confirmou o seu nome nas costas da camisola. Sabia que a tinha encontrado.Silenciosamente, caminhou a uma certa distância atrás dela. Eram só uns quarteirões até casa dela. Quando viu onde morava voltou ao parque e entrou no carro. Agora tinha que esperar. Decidiu comer algo até que chegou a hora de ir à casa da menina. Foi a um café e sentou-se.

Essa noite, Susana ouviu vozes na sala. 'Susana, vem cá!', chamou o pai. Parecia perturbado e ela não imaginava porquê. Entrou na sala e viu o homem do parque no sofá. 'Senta-te aí', disse-lhe o pai:

- 'Este senhor acaba de nos contar uma história muito interessante sobre ti'.

Susana sentou-se. Como poderia ele contar-lhes qualquer coisa? Nunca o tinha visto senão nesse mesmo dia!

-'Sabes quem sou eu?' perguntou o homem.

-'Não', respondeu Susana.'

-Sou polícia e teu amigo do Messenger - Meteoro123'.

Susana ficou pasmada.

-'É impossível! Meteoro123 é um rapaz da minha idade! Tem 14 anos e mora em Braga!'.

O homem sorriu.

-'Sei que te disse tudo isso, mas não era verdade. Repara, Susana, há gente na Internet que se faz passar por miudos; eu sou um deles. Mas enquanto alguns o fazem para molestar crianças e jovens, eu sou de um grupo de pais que o faz para proteger as crianças. Vim para te ensinar que é muito perigoso falar online. Contaste-me o suficiente sobre ti para eu te achar facilmente. Deste-me o nome da tua escola, da tua equipa e a posição em que jogas. O número e o teu nome na camisola fizeram com que te encontrasse facilmente.

Susana gelou.

-'Quer dizer que não mora em Braga?'.

Ele riu-se:

-'Não, moro no Porto. Sentiste-te segura achando que morava longe, não é? Tenho um amigo cuja filha não teve tanta sorte: foi assassinada enquanto estava sozinha em casa. Ensinam-se as crianças e jovens a não dizer a ninguém quando estão sozinhos, porém contam isso a toda a gente pela internet sem sequer se aperceberem. As pessoas maldosas enganam e fazem-se passar por outras para tirar informações sobre isto e aquilo online. Antes de dares por isso, já lhes contaste o suficiente para que te possam encontrar sem que te apercebas. Espero que tenhas aprendido uma lição disto e que não o faças de novo. Conta aos outros sobre isto para que também possam estar seguros'

-'Prometo que vou contar!'»

____________________________________________

WWW - Wild Web Woods

Um jogo do Conselho da Europa dedicado à segurança infantil e juvenil na Internet - a partir dos 3 anos

http://www.wildwebwoods.org/popup.php?lang=pt

PELA VIDA DA MARTA



Este apelo não é uma dessas coisas que circulam pela net na tentativa de fazer aumentar o tráfego electrónico por razões várias e de péssimo gosto.

Este caso está no site dos antigos alunos do Liceu Charles Lepierre e trata-se da neta de uma antiga colega. Está a ter uma enorme projecção - família e amigos à parte - só o Site do Lycée representa um universo de 3 328 pessoas, muitas das quais são, de facto, invulgarmente activas e solidárias. Neste momento, para além dos amigos e dos contactos via net, a divulgação no "Facebook", tenta-se chegar a Empresas e a Universidades - pessoas activas e dentro do universo etário elegível.
O Cedace acordou deslocar o seu posto móvel para este tipo de recolhas.

CONDIÇÕES BÁSICAS PARA PODER FAZER A DOAÇÃO:
ter entre 18 e 45 anos e mais de 50kg.


Levar as pessoas, que estejam nas condições elegíveis para uma eventual doação de medula, a "incomodarem-se" parece ser o maior obstáculo - esperemos que não seja esse o óbice a que a Marta, com 4 anos, possa dar um pontapé numa morte inevitável após sofrimento prolongado



Poucas coisas haverão neste mundo que mais ilustrem a tragédia e a injustiça do que o sofrimento de uma criança que não pode compreender o que lhe está a acontecer nem por que ninguém a consegue ajudar a sentir-se bem?
Se isto não for o suficiente para que quem esteja em situação de tentar ajudar o faça, o que será? Um caso que nos atinja pessoalmente? Esperemos que não seja necessário tanto, por todos, e pela Marta.

Link O BLOG DA MARTA

Quem puder e quiser terá de:
1- Oferecer-se para dador de medula na Lusotransplante - Centro de histocompatibilidade do Sul - www.chsul.pt
2- Isto implica fazer uma análise ao sangue
3- Mencionar o nome da Marta Runa Simões Salvada Ramos
Obrigada a todos
Os pais da Marta
Sofia e Duarte “

formulário e enviar pelo correio ou para ser mais rápido passar no Hospital Pulido Valente entregar o impresso e fazer na hora uma analise de sangue ou anda ir ter aos vários pontos de recolha que estamos a organizar.

É importante saber que O RISCO FISICO DO DADOR É APENAS DECORRENTE DE UMA COLHEITA DE SANGUE! Para mais informações poderão visitar o site do


CEDACE -
CENTRO DE HISTOCOMPATIBILIDADE DO SUL
Alameda das Linhas de Torres, 1171769-001 LISBOA PORTUGAL
(dentro da cerca do Hospital Pulido Valente)
http://www.chsul.pt/
Email: lusotransplante@chsul.pt
Telf. +351 217 504 100Fax. +351 217 504 101
Horário De Funcionamento Cedace:
Segunda a quinta-feira das 8 ÀS 16 horas
Sexta-feira das 8 às 15 horas

ou http://www.chnorte.min-saude.pt/

ou ainda:

  • Hosp. Amadora Sintra - Serviço de Sangue (4ªs e 5ªs) Telf. 214 348 200
  • Hosp. Santa Luzia (Elvas) Serviço de Sangue Telf. 268 637 600
  • Hosp. Espírito Santo de Évora Serviço de Sangue Telf. 266 740 100
  • Hosp. Distrital de Faro Serviço de Sangue Telf. 289 892 040
  • Centro Hosp. Médio Tejo - Tomar Serviço de Sangue Telf. 249 320 100
  • Centro Hosp. Médio Tejo - Torres Novas Serviço de Sangue Telf. 249 813 982
  • Centro Hosp. Barlavento Algarvio Serviço de Sangue Portimão Telf. 282 450 300
  • Hosp. Litoral Alentejano Serviço de Sangue Santiago do Cacém Telf. 269 818 100
  • Centro Saúde de Mafra Telf. 261 818 100
  • Clínica Prevenir e Cuidar Ramada - Odivelas Telf. 219 347 922
  • CENTRO DE HISTOCOMPATIBILIDADE DO CENTRO Coimbra (dentro da cerca dos Hospitais da Universidade de Coimbra)Telf. +351 239 480
  • Hosp.da Covilhã (Cova da Beira) Serviço de Sangue Telf. 275 330 000
  • Hosp. de São Teotónio Serviço de Sangue (só manhã) Viseu Telf. 214 348 200
  • Hosp. Distrital Castelo Branco Serviço de Sangue Branco Telf. 272 000 200
  • CENTRO DE HISTOCOMPATIBILIDADE DO NORTE Porto Telf. 351 225 573 470
  • Centro Hosp.Trás-os-montes e Alto Douro Serviço de Sangue Vila Real Telf. 259 300 500

DOS "XUTOS" PARA O SINHOR INGINHEIRO

EU NÃO QUERIA...
ATÉ JÁ ME IA DEITAR
FUI SÓ DAR UMA VOLTINHA AO E-MAIL...
E ZÁS... ESTAVA LÁ ESTA (OBRIGADA)
PRONTO NÃO RESISTI, AQUI FICA
MÚSICA DE INTERVENÇÃO DO FINAL DA PRIMEIRA DÉCADA DO SÉC XXI

AH, COM EU GOSTO DE CAMPANHAS ELEITORAIS!




XUTOS E PONTAPÉS
"SEM EIRA NEM BEIRA"
dedicado ao sinhôr inginheiro

SER PORTUGUÊS - ESCREVER PORTUGUÊS

Na minha humilde opinião:

O português que se fala por este mundo, foi transmitido e herdado do "nosso" português, o único, o pátrio.
Se no Brasil, em Angola, Moçambique e os outros quantos países actualmente ditos "Lusófonos", se falam e escrevem outras línguas provenientes da língua-mãe, pois que falem, que escrevam, que lhe chamem o que quiserem - como essa do "português do Brasil" tão costumeira pela Microsoft e afins; cá por mim até poderia chamar-se "brasileirez", PORTUGUÊS não é.
Não se trata de qualquer "chauvinismo linguístico", não tem sequer qualquer relação com a evolução da língua nem com a aculturação; é natural e compreensível que a dada altura tenham surgido palavras como "futebol", em vez do já ridículo football, e outras quantas situações semelhantes. A questão é outra, é o abandalhamento total em nome de uma "abertura" e de uma "modernidade" falsas, perniciosas, idiotas e hipócritas. A quem serve o abandalhamento cultural? Quem tem a ganhar com a desfiguração de um elemento primordial da identidade de Portugal enquanto Nação?
Será que passaria pela cabeça de um britânico de gema de repente assinar um acordo e desatar a escrever como um "born in the USA"? Alguém acredita que um espanhol "de verdad" iria na converseta de trocar o seu castelhano de longa data por um "castelhanez" qualquer hablado ali para as bandas do continente sul- americano?
Salta à vista que é um perfeito disparate, um absurdo, uma inutilidade viciosa. Há coisas que, realmente, só "nós" nos lembramos, "nós" que estamos muito à frente... Que tristeza! Que vergonha! Que estupidez!
Nem sequer, desta feita, podem vir com o super-argumento da defesa da diversidade cultural e a protecção da língua. O que se pretende é exactamente o contrário - uma unicidade manhosa e uma exposição à preguiça, à ignorância etimológica e gramatical, que, no fundo, não agrada a "gregos nem a troianos", tendo no entanto o devasso efeito de permitir que sejamos penetrados pelos vários "equinos troianos", com a nossa permissão, acordo, assinatura e sorriso diplomático. Que bestas!
E depois não gostam quando o tipo idiota das anedotas brasileiras é sempre o "Manuel-portuga"... por que será? Porque o emigrante é bronco? Ahh, percam as peneiras... porque NÓS somos broncos.
Somos broncos, complexados, temos falta de amor-próprio e gostamos de nos auto-denegrir mostrando "saber muito mais do que o vizinho", até sabemos como é "lá fora" e lá fora é que é bom. Pois, mas desta vez "lá fora" não é assim, esta é mesmo muito nossa. Uma coisa é verdade: este tipo de mentalização tem dado resultado, e está à vista.
Ignoramos os nossos cientistas, não lemos os nossos autores, não preferimos os nossos bons produtos e, já agora arranjemos uma língua alternativa... Troca por troca eu preferia o italiano, está mais próximo da origem latina e sempre me divertia mais no duche, cantando o fado em tom de ópera, sempre é mais chique do que à laia de samba ou de morna e areja muito mais este pulmãozito que anda tão apertado. HAAAAAIIIIII!
Não há por aí mais ninguém que esteja chateado? Há, há sim, e muitos. Então?




PETIÇÃO / MANIFESTO ON-LINE

A caminho das 200 000 assinaturas!

Este documento foi entregue em mão a Sua Excelência o Presidente da República no dia 2 de Junho de 2008, em audiência concedida a um grupo de signatários.

Oportunamente será entregue a Sua Excelência o Primeiro-Ministro, com todas as assinaturas que vierem a registar-se até então. As primeiras 17.300 assinaturas foram entregues a Sua Excelência o Presidente da Assembleia da República no dia 8/5/2008 que também recebeu em 15/5/2008 as 33.053 assinaturas existentes nessa data.

A recolha de assinaturas continuará em linha na internet aguardando a marcação da sessão da Assembleia da República que a apreciará, dado que atingiu as 4 000 assinaturas para tal necessárias, as quais estão a ser diariamente reforçadas neste endereço:

Actualização: 107 321 assinaturas em 13 de Abril de 2009



POR FAVOR VISITE O BLOG OFICIAL:

Em Defesa da Língua Portuguesa Contra o Acordo Ortográfico

http://emdefesadalinguaportuguesa.blogspot.com/



"Tudo isto é uma chuchadeira. Um país que preza verdadeiramente a sua cultura língua e a sua cultura devia sentir e exprimir a mais profunda das vergonhas pelo que está a acontecer. E devia exigir que não seja assim. Mais de cem mil pessoas já o fizeram."

Vasco Graça Moura | Escritor | in Diário de Notícias | 04/03/2009

"nem ao menos que o nosso “Eu te amo”, em solo luso, se diz “Amo-te”.

(...)um idioma que divirja justamente na frase “Eu te amo” não pode ter nenhuma esperança de unificação, falada, escrita ou o que seja.(...)"

Crónica de Ricardo Freire no jornal Estado de S. Paulo
(ligação não disponível, texto em linha no blogue do autor)



"Em Junho, o ministro da Cultura (português) afirmou no Brasil que se o acordo é uma coisa boa, "então que seja o mais depressa possível". Mas acrescentou: "Se é má, então não queremos, pura e simplesmente."

"Como o acordo é uma coisa péssima, basta pegar-lhe na palavra e continuar a assinar a petição. Não queremos, pura e simplesmente."

Vasco Graça Moura | Escritor | in Diário de Notícias | 01/10/2008

O HUMANISMO DE LULA

Mais uma que chega atrasada (oh... para quem me conhece...) mas não perde por isso.
Estes "self-made-men" que "subiram a pulso"... Tenho um medo deles que me pélo. Não não é medo, é uma desconfiança absoluta. (Olhó Belmiro...). Serão admiráveis, de um certo ponto de vista, não nego, mas não os gostaria de ver sentados à minha mesa, nem para o café, nem por mera curiosidade ou interesse, fosse de que tipo fosse.
Nestes últimos dias estive um quanto "em b
aixo de forma", nada de grave, foram-me receitados uns 15 dias nas praias do Pacífico Sul, nas montanhas do Canadá ou coisa assim mas parece que o SNS não comparticipa... Adiante.
Então andava eu a ver sobre isto e aquilo que me tinha passado ao lado quando dou com esta:




27.03.2009 - 08h57 PÚBLICO


"Presidente brasileiro diz que culpa da crise
é de “gente branca com olhos azuis"

"É uma crise causada, fomentada, por comportamentos irracionais de gente branca de olhos azuis" (no vídeo)

e justifica-se seguidamente:

Não conheço nenhum banqueiro negro ou índio

A noticia, o vídeo, os comentários e ligações a blogs que comentaram o artigo estão aqui



Agora pergunto eu,

se em vez do Lula da Silva fosse o Gordon Brown, que estava a seu lado quando o dito se saiu com esta pérola sobre a crise económica mundial, que tivesse professado com tamanha inspiração, será que haveria alguma possibilidade de a coisa me ter passado ao lado durante tantos dias e vir parar-me ao colo por acaso? Ah
hhhh, nãããã~.... Teria caido o Carmo e a Trindade se um líder europeu ou norte-americano tivesse arrancado ao cérebro tamanha insensatez (vá chamemos-lhe assim).

Aquele rapaz lá da vizinhança, morenaço p
ois concerteza, o grande amigo Chavez, deve ter aplaudido a grande tirada mas não foi lá que Lula foi pedir os petro-dólares; Nem ao amigo Castro II, que também deve ter achado muita piada.

Depois disto lá foi o bom do Lula da Silva, grande estadista, pedir umas massas ao G20 porque ele, moreno baixinho gordinho e olhinhos escuros, não está a conseguir dar a volta ao Brasil, país de inúmeros problemas e de infinitos recursos.


É espantoso!


VÁ LULINHA, AGORA SENTE AI AO LADO DA TIA ISABEL
E ESTEJA CALADINHO, NÃO DIGA MAIS DISPARATES


SOBRE OS BOLGS

Esta vem atrasada, provavelmente já toda a gente sabe; eu só soube agora e gostei. Mais, acho que fica aqui muito bem, não por pensar que o RealGana é um Blog importante mas por pensar que o facto de existirem Blogs, muito diferentes, muito variados e a exporem aquilo que cada um deseja expor É MUITO IMPORTANTE, é fundamental.

Não prescindam, vão blogar-se!



Quando ao M.E.C. não é rapaz que guarde nos meus favoritos, nem no meu coração. Admiro-lhe a inteligência e a capacidade de dizer exactamente aquilo que pensa com a maior das naturalidades; já não é pouco...

A 6 de Outubro de 2008 o Miguel Esteves Cardoso foi entrevistado pelo Carlos Vaz Marques, no Pessoal &Transmissível, na TSF
AQUI (busca por data)
Deixo um pequeno excerto, de uma entrevista com alguma graça, sobre a importância dos Blogs em Portugal. Ora leiam lá.

<RECADO: e tu, ó Brotas, estás à espera de quê?>

Carlos Vaz Marques/ TSF: Quais são hoje as válvulas de escape que vê à nossa volta?

Miguel Esteves Cardoso: Eu vejo isto muito mal. Eu vejo isto muito mal. Em termos de imprensa, etc.. Porque eu sinto que as pessoas têm medo, ninguém tem dinheiro, as pessoas estão acobardadas, têm medo de dizer as coisas erradas e portanto sinto um ambiente de não haver válvulas de escape, ninguém quer ser a válvula de escape.

CVM: Mas está a referir-se à imprensa?

MEC: Não, imprensa e toda a gente. A imprensa nunca está divorciada ou desligada da sociedade portuguesa. Acho que nisso é uma imprensa muito boa. Reflecte, muito. As pessoas têm medo, e não falam, estão caladas, e estão preocupadas e nesse sentido fazem faltas válvulas de escape. Porque isto é uma situação muito perigosa, esta situação de anuência e de falta de coragem e de vontade de falar, não é? Não há sítios onde escrever, onde fazer merda, não há. Não há sítios onde desabafar.

CVM: Há os Blogs, há a Internet....

MEC:Há os Blogs, só que os Blogs anulam-se...
MEC: Se não fossem os Blogs...se não houvessem os Blogs estávamos todos tramadíssimos. Os Blogs são a grande válvula de escape, mas isso pronto, obviamente. Só que são tantos, e são tão personalizados....

VCM: Anulam-se uns aos outros, é isso?

MEC:...e são tão, sobretudo, são tão identificados, tão civilizadamente identificados, que é bom, têm os de esquerda, os de direita, não sei que mais....que não há aquela concentração que havia antigamente em que havia só um, um órgão, em que havia uma certa....não é violência...mas uma espécie de frémito, de comunicação de expressão. Tem que ser dito, eles têm que não sei quê, eles não podem não sei que mais. Não era indignação fácil.

CVM: E hoje sente que os Blogs se anulam uns aos outros?

MEC: Os Blogs são uma coisa maravilhosa. A melhor coisa que aconteceu em Portugal no século XX, sem dúvida nenhuma. E são, dos que eu conheço, os ingleses, os americanos, de longe os mais bem escritos, os mais bem mantidos.

CVM: E tem uma explicação para isso?

MEC: Dizia-se muito que Portugal é um país de poetas, e não sei que mais, de pessoas que tinham coisas na gaveta, mas de facto os portugueses escrevem muito bem.


CVM: Portugal é um país de Bloggers, afinal.

MEC: É um país de Bloggers, completamente. E de bloggers muito bem....nós pelo menos uns .... estive a contar noutro dia, uns quase 100 blogs, 100 blogs, assim de que se uma pessoa tivesse tempo.... que se ganha em ler, e que são bem escritos. E não é só bem escritos, têm um brio na apresentação mesmo na apresentação gráfica e na manutenção de princípios e na na comunicação entre eles, têm uma educação entre eles, e uma ética, que eu acho nunca houve na imprensa portuguesa; portanto essa condescendência que as pessoas têm para com os Blogs... os Blogs estão muito à frente da Imprensa. Mas muito à frente, porque não são corruptos, não estão calados, não estão acomodados e defendem as suas ideias. Quando vêem os Blogs como sendo uma imprensa menor, eu vejo muito ao contrário, eu vejo muito mais os jornais como sendo Blogs publicados e comprometidos. A Internet em geral para o mundo, mas sobretudo os Blogs em Portugal, Blogs e toda a comunicação feita através de Internet, é uma coisa importantíssima.



SEXISTA "JAMAIS"!

Em reacção ao post de há dias, "Os mais sexy de Hollywood", recebi e-mails de teor variado, na sua maioria com graça, mas em vários fui acusada, de uma forma ou de outra, de ser "sexista". Está claro que o bom macho lusitano quer é "GAJAS" e, como se o infidável cardápio que existe na net não lhes bastasse, querem-nas AQUI! Ora querem lá ver...

Mas se os bonitões de Hollywood são enternecedores (chamemos assim) o bom macho lusitano não será menos... porque houve um ou outro e-mail onde a coisa foi referida com graça, mais do que graça, com muito "savoir faire", fiz uma lista mental das senhoras que me parecem mais sexy lá pelos lados de Hollywood, arranjei uns retratos e pronto, tomem lá.

Desta vez não é segundo o gosto da TVI24, a selecção foi minha e desculpem se me enganei, tenho mais "felling" para o ranking masculino, mas cá ficam 16 sex-simbols femininas, mais uma do que os 15 rapazes. Vá não se queixem.


AS MAIS SEXY DE HOLLYWOOD



SHARON STONE


ANGELINA JOLLIE



CATHERINE ZETA-JONES



JENNIFER LOPEZ



DREW BARRYMORE



AISHWARYA RAI


EVA LONGORIA




MEG RYAN


MADONNA



NICOLE KIDMAN



UMA THURMAN



RITA HAYWORTH


LAUREN BACALL




MARILYN MONROE



GRETA GARBO


AUDREY HEPBURN



E



OS MAIS SEXY (segundo a tvi?)

Aqueles que me conhecem sabem que não sou dada as estas coisas da "Imprensa Cor-de-Rosa"; para mim estes conteúdos são mais "Cor-de-Burro-Quando-Foge" e o burro a fugir disso é muito parecido comigo, na fuga.
Chateiam-me as "notícias" que falam da vida de cada um, mesmo que os "cada um" gostem, queiram e /ou precisem de ser falados - não me chateia que a coisa exista, chateia-me ler, falar ou ser de alguma forma invadida com esse tipo de "notícias".
Confesso no entanto, algumas são absolutamente irresistíveis pelas razões mais diversas: pelo ridículo, pela "pedrada no charco", pelo incrível, pelo inesperado, etc., etc., etc. De facto ele há "cada um"...

A propósito de "ele há cada um" e de "irresistíveis" vem o que se segue:

Estava eu aqui muito ajuizadamente a buscar uma notícia sobre a ANF (Associação Nacional de Filhos-da-Gaija), sobre umas coisas que lhes daria muito lucro vender a fingir que é a "bem do povão", ainda que se borrifassem na Lei e nos profissionais de saúde de um modo geral, quando entro no site da novíssima TVI24 e, no final da Página Inicial (sim, não é coisita pouca) encontro um link para a página: E os homens mais sexys de Hollywood são...

Ora aqui está uma verdadeira notícia que vale a pena VER; Irresistível...

Não sei se "a ordem dos factores" é ou não arbitrária, aprensento-a aqui tal e qual a vi e estou cá desconfiada que a escolha terá sido feita durante uma qualquer hora mais descontraída na própria redacção da TVI24; Não é, de todo na "minha ordem" nem sequer a minha lista; se um dia a fizesse eliminaria alguns "factores" e acrescentaria uns outros quantos... Pode ser que um dia me dê para isso...

Meninas, e quem mais lhe aprover, aproveitem que isto não é, nem será, coisa costumeira aqui pelo Real Gana mas hoje deu-me para embelezar o blog, assim como quem vai passar um dia à praia a meio de uma semana de trabalho.

(PS- para quem achar que estou a "bater mal" definitivamente, não se preocupem, isto é do jet-lag da mudança da hora; daqui a uns dias passa-me, até lá... cuidem-se)

E os homens mais sexy de Hollywood são...



Viggo Mortensen


Daniel Craig



George Clooney


Colin Farrell




Gerard Butler


Hugh Laurie




Joaquin Phoenix




Brad Pitt




Clive Owen



Johnny Depp




Leonardo DiCaprio



Keanu Reeves

Pierce Brosnan

Matt Damon



Patrick Dempsey