.

.
.
.
.
.

2017 ADEUZÓVAIT'INBÓRA

De entre mil acontecimentos desta volta de 365 dias que vivemos em 2017 poucos haveria de onde escolher que nos reconfortassem a alma. Houve solidariedade, inter-ajuda, no meio de múltiplas desgraças - algumas naturais, como terramotos e cheias -  a maior parte da plena responsabilidade  da conflituosa raça humana.

Os tempos são escuros e não se adivinham esperançosos.

A China constroi abrigos para refugiados junto à fronteira com a Coreia, Assad voltou hoje mesmo a bombardear civis, no Irão reclama-se uma "Primavera" que não virá sem um duro "Inverno", Putin brinca aos democratas e mina as democracias ocidentais enquanto estabelece alianças com autocratas e teocratas, a Trump não lhe vai nascer o que nunca teve, Maduro não desiste de que mais vale quebrar do que torcer, Netanyahu tomou o freio nos dentes, Kim Jong Un sabe que joga com trunfos doa a quem doer, No Iemen morre-se de fome e cólera, em Mianmar nega-se o inegável, na Líbia vendem-se seres humanos como cães rafeiros, .../... etc. .../...

Não, não sou derrotista, bem pelo contrário, faço o possível por limar as arestas da vida com esperança e, sobretudo, com muito sentido de humor; sei, no entanto, que de nada vale tentar tapar o Sol com uma peneira... Não há sentido de humor que me valha.

Que 2018 nos surpreenda, positivamente.


LEGIONELLAS, SALMONELAS E OUTRAS "ELAS"

Lidia S-------
 9 December 
 
Hoje assisti à limpeza dos WC das urgências do hospital do Barreiro. A funcionária não usou luvas, nem detergente, nem desinfectante, nem pano. Limitou-se a usar uma esfregona e a trocar o saco do lixo. Chocada apresentei uma reclamação por escrito e qual não é o meu espanto, quando vou verificar o nome da funcionária, vi que ela já tinha assinado a limpeza das 22h antecipadamente. Eram 18h05... — feeling shocked.
in "Facebook"

Depois queixem-se "do surto"...
Quem é responsável, a empregada da limpeza?
Hum... Não me parece.

Legionella é comum em muitos ambientes aquáticos, incluindo o solo, sistemas de canalização, wc's e esgotos, possuindo pelo menos 50 espécies e 70 serotipos identificados. Transmite-se através da inalação de contaminados com a bactéria e não através da ingestão de água.

.

SÓ COM UM PANO ENCHARCADO!

Acabei de ver a reportagem sobre a tal Paula Brito Costa, presidente da "Raríssimas". Ainda não tinha visto e já lhe tinha chamado uns quantos nomes; agora quero fechar a boca e não consigo.

Paula Presidente? Qual quê! Imperatriz! Czarina! As coisinhas proferidas por aquele anjinho da solidariedade social que aparecem em gravações vídeo  ao longo da reportagem não são credíveis. A mulher é perversa. Doida, megalómana e perversa. Para além de ladra-pindérica, claro está, mas isso já é mais vulgar.
Espantoso!

Espantoso não o facto de ela, o marido e o rebento viverem à conta de donativos e de dinheiros públicos, isto é, nossos, num ambiente de "faço,quero, posso e mando" sem oposição de qualquer espécie.
Espantoso é que a festa não durou um mês, nem dois, nem três e andava tudo caladinho, tudo a assinar de cruz, quem talvez tenha comido do mesmo tacho e quem, por certo, não comeu.
Não entendo. Ultrapassa-me.
Tanta escada a precisar ser lavada e ninguém lhe deu um pano encharcado!


http://www.tvi24.iol.pt/sociedade/reportagem-tvi/investigacao-tvi-para-onde-vai-o-dinheiro-que-a-rarissimas-recebe

DAS DUAS TRÊS

One thing I love about the Brits: 
They speak clear good english...



Sem comentários desnecessários, ninguém manda o loiro pôr-se a jeito