.

.
.
.
.
.

FELIZ ANO NOVO

O QUE ESTÁ FEITO NÃO NOS RESTA FAZER.
O QUE NOS FALTA AINDA PERCORRER
QUE SEJA COM VONTADE, ALEGRIA E CARÁCTER.

UM ANO CHEIO EM QUE OS BONS MOMENTOS ADOCEM OS MENOS BONS
VAMO-NOS A 2013 DE PEITO ABERTO.


VAMOS AGREDIR CRIANCINHAS?

Um estupor , com 22 anos, queimou com um cigarro e um aquecedor um bebé de dois anos. Pegou num cigarro e queimou-lhe os olhos, os lábios e os pés, pontapeando-o, partiu-lhe o braço esquerdo, agrediu-o várias vezes na cabeça  e atirou-o contra a parede, causando-lhe uma fractura craniana e queimaduras de primeiro e de segundo grau.

O bebé esteve 113 dias de convalescença. Sim, 3 meses e meio!
Este gajo é padrasto do menino e tinha ficado a a tomar conta dele para a mãe ir trabalhar

Para o tribunal, ficaram provados todos os factos constantes na acusação do Ministério Público  em relação ao menor, mas o colectivo de juízes absolveu o arguido do crime de violência doméstica sobre a companheira, do qual também estava acusado.

 Explicou o presidente do colectivo de juízes da 8ª Vara Criminal de Lisboa:
«O que o senhor fez foi de uma enorme crueldade e de uma malvadez inqualificável. Além disso, mostrou indiferença perante os factos cometidos e não revelou arrependimento pelos mesmos. A tese de que a criança caiu e bateu com a cabeça na banheira, quando lhe estava a dar banho, não convenceu»
No decorrer deste julgamento, o arguido viria a ser condenado, noutro processo, a uma pena suspensa de três anos por roubo qualificado. 

 E o que é que aconteceu a este canalha, que se encontrava em prisão preventiva ao abrigo deste processo ?

 O tribunal condenou-o hoje  a uma pena suspensa, de três anos e nove meses e,  e, após a leitura do acórdão, foi libertado

 O juiz acrescentou que a pena aplicada não foi unânime entre o colectivo, pois um dos três juízes - que votou vencido - defendia uma pena de prisão efectiva. 
 
A moldura penal do crime de violência doméstica perpetrado sobre menores é de dois a cinco anos de prisão.  
 
O tribunal teve em consideração o depoimento da mãe da criança e não valorizou os testemunhos do avô, assim como de alguns vizinhos.

MAS O QUE É ISTO?

É preciso matar a criança para ser preso?
É preciso a mãe, ou outra pessoa, tomar a justiça em suas mãos para que esta seja feita?
«O que o senhor fez foi uma crueldade e de uma malvadez»??? Como se fosse deixar o bebé sem comer um dia inteiro?
Não! O que o senhor fez foi um CRIME horrendo, cujas consequências foram as que se sabem as as que, provavelmente estarão por vir.

"O Ministério Público vai interpor recurso para o Tribunal da Relação de Lisboa relativamente à suspensão da execução da pena de prisão aplicada ao arguido, uma vez que entende que lhe deve ser aplicada uma pena de prisão efectiva", explicou a Procuradoria-Geral da República, numa resposta escrita enviada hoje à agência Lusa.

Estamos entregues aos vermes que se alimentam de cadáveres, pois que os bichos que vivem à superfície não merecem tal fama
Pergunto-me, os dois senhores juízes que votaram a pena suspensa terão filhos?
E se alguém fizesse a esse filhos metade do que foi feito a este bebé, como reagiriam?

.

O TELÉLÉ, O GALO E EU

O meu telemóvel passou-se, deixou de marcar o que eu queria e passou a marcar o que bem lhe apetecia. Eu marco 6 e ele dá-me um 5; eu marco "contactos" e ele dá-me o relógio.
Isso foi o ecrã que desconfigurou, explicaram-me.
Pode ser, mas os botões que eu carrego é bom que tenham um comportamento em conformidade e previsível, seja o TM ou a torradeira. Pronto acabou-se, sai da minha vida, fui comprar outro.

Lá trouxe o fiel objecto para casa, na sexta-feira passada.
No sábado tive mais o que fazer e no domingo lá tratei de pôr o bicho a funcionar para estar operacional na segunda-feira. (Um homem nunca seria capaz deste interregno)
Tenho um irreverente desrespeito por manuais de instruções, só os abro quando a coisa está mesmo muito complicada e já tentei  que me fartei gastando mais tempo do que a minha paciência abarca. Ora bem, para ligar um TM não é preciso fazer um curso na NASA.
Liguei o bicho, acertei data e hora, explorei um bocadinho, meti-o na mala e fui à minha vida. Ok.
Entretanto, como o meu filho entrou de férias, desliguei tudo o que pudesse ter uma função de "Despertar" - do telemóvel à televisão. Um sossego.

Pois. Mas hoje eu precisava de me levantar cedo. Lá peguei no TM e marquei o despertar para a hora que queria. Como sou muito avessa a acordar cedo e já me tinha desprogramado até depois do Ano Novo, escolhi um toque de alarme um tanto agreste para ACORDAR mesmo - imagine-se: um galo a  cócórócóquejar! E adeus, boa noite, até amanhã.

Hoje cedo o galaró lá cócórócóquejou irritantemente à hora certa. Grunnfffff.
Parei-o e esperei que voltasse a irritar-me 5 minutos depois. Certo. E só mais 5 minutos... (É um clássico). À terceira levantei-me a rosnar e dispus-me a parar o alarme de vez. Ah pois, mas como? Toquei em tudo o que é botão, tecla, ecrã... Qual quê, passados 5 minutos lá vinha o galaró. À beira da fúria, procurei o manual de instruções ( que coisa ridícula, socorrermo-nos de um manual para desligar um despertador, se isto consta a minha reputação nunca mais será a mesma).
Não havia manual. NÃO TENHO MANUAL!.
Só um papelucho com instruções de iniciação (ó sorte, para quê?) e o endereço Internet para fazer o download do manual de instruções. Bolas, já estou atrasada... A fúria tomou conta de mim. Arranquei-lhe a bateria. Atão, calaste-ti ou não calaste-ti?
Mas por que raio fui eu comprar um bicho de tecnologia XPTO-Android-#G-e-mais-o-raio-que-o-parta?

Eu só queria um coiso que fizesse e recebesse chamadas e mensagens, com um despertador e uma máquina fotográfica razoável. Ah, e um Bluecoiso para o ligar no carro.

Ainda na semana passada dei praticamente 200 euros por um micro-motor para abrir a janela do carro porque o original morreu. Que raio, quando é que inventam uma manivela de andar à roda para subir e descer os vidros?
E um relógio que não precise de pilha? Podiam inventar uma coisa parecida com os brinquedos de corda, estão a ver a ideia?

Vão por mim, nunca, mas nunca, liguem um despertador sem terem a certeza absoluta de que sabem como desliga-lo.


TARDIO MAS A TEMPO

Não conheço a Isabel Jonet, conheço um pouco dos resultados do trabalho da Instituição que dirige.
Revoltou-me que, por um deslize absolutamente humano dos que podem tocar a qualquer um, tenha caído em cima da senhora o Carmo e a Trindade por via de um punhado de iluminados inconsequentes, ou desumanos, profusamente difundidos pelo "aqui d'El Rei" da comunicação social.

A ressaca não se fez esperar: comecei a ouvir pelas esquinas o opinativo:

«Ai este ano não dou, afinal andam a roubar com'ó-z'outros»;

Gente bem informada que baseou a sua racionalíssima decisão num título de jornal ou numa notícia em primeira mão ouvida ao balcão do café.

Revolta-me que os que nada fazem não se contenham, muito pelo contrário, em deitar abaixo aqueles que, com muito esforço, conseguem dar - DAR - a sua melhor ajuda, por pequena que pareça. NÃO - SE - FAZ!

VPV falou e disse, e muito bem.
Quanto aos outros, de esquerda, de direita ou às riscas, o raio que os parta.





AOS VITORIOSOS DO CLUBE DA GALINHÔLA DEPENADA

Dedicado aos meus amigos lampiões que tão profusamente me presentearam com o seu apoio, carinho e compreensão, ontem e hoje, após o jogo Sporting/Benfica
A todos o meu muito obrigada, estou comovida com tanta amabilidade de quem tão bem sabe ganhar.




.

LIVRE ARBÍTRIO

O "Espírito de Natal" está connosco todos os dias,
Podemos ou não vê-lo;
Podemos ou não senti-lo;
Podemos ou não ser a parte individual de um mundo um bocadinho melhor.
A isto chama-se Livre Arbítrio
e é o que nos define enquanto Seres Humanos.

FELIZ NATAL

 

TENTEM VER ISTO SEM FICAR DE BOCA ABERTA.

2,12 metros
Sem sela. Sem estribos. Sem esporas.
Quem sabe sabe, quem é bom é bom,
e estes são os dois espantosos: Robert Whitaker e Casino
Um record mundial que demonstra a bons entendedores
o que não é preciso para se conseguir o máximo de um cavalo



DESCUBRA AS DIFERENÇAS

Passos impede expulsão de estudantes 
que exigiam a sua demissão 

 Económico com Lusa   - In "Diário Económico"

Oito estudantes universitários exibiram hoje uma tarja pedindo a demissão do primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, enquanto este discursava na abertura de um seminário internacional organizado pelo Sistema de Informações da República (SIRP), na reitoria da Universidade Nova.

Poucos minutos depois do início do discurso de Passos Coelho, os oito jovens, sentados nas últimas filas do auditório da reitoria, levantaram-se e, em silêncio, abriram uma tarja com a palavra "demite-te".

A equipa de seguranças de Passos começou por tentar interromper o protesto e retirar a faixa, mas foi o próprio primeiro-ministro a parar o seu discurso e a pedir que não o fizessem.
"Pedia ao Serra [um dos elementos da sua segurança] que deixasse os senhores ostentarem o cartaz sem nenhum problema, porque vivemos, felizmente, numa situação de boa saúde da nossa democracia, e não vemos nenhuma razão para que os senhores não possam ostentar as faixas que entenderem", afirmou Pedro Passos Coelho, continuando depois a sua intervenção.

Os estudantes universitários mantiveram a tarja durante o resto do discurso de Passos e abandonaram o auditório quando já falava o orador seguinte, Adriano Moreira.

Ao abandonar o edifício da reitoria da Universidade Nova de Lisboa, questionado pelos jornalistas sobre se tinha sido difícil concentrar-se com o protesto, o primeiro-ministro respondeu apenas: "Não, não foi nada difícil".

À chegada às instalações da Universidade Nova, em Campolide, o chefe do Governo tinha sido recebido por uma pequena manifestação de estudantes, que protestavam com várias frases e cartazes contra Passos Coelho, os cortes na educação e contra a 'troika'.

____________________________________

PRIMEIRO ESTE:
LINK: 
Estudantes interrompem Passos Coelho com faixa: "Demite-te" - País - Notícias - RTP

_______________________________

AGORA ESTE:
 

ALEGADAMENTE, É MAIS UM TRASTE

«DIAP põe sob lupa os negócios da ANF» 03/12/2012

«O Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa está a analisar novos documentos sobre os negócios da Associação Nacional das Farmácias (ANF). Em causa estão suspeitas de alegados favores do Governo de José Sócrates à ANF, liderada por João Cordeiro, em 2010, avança o Correio da Manhã.
.../...
Nas escutas realizadas a Armando Vara percebe-se que ‘a pedra no sapato' de João Cordeiro seria o então secretário de Estado da Saúde Francisco Ramos, da equipa da ministra Ana Jorge. Essas conversas revelam que o presidente da ANF considerava que Ana Jorge "não percebia um corno" da questão dos preços dos medicamentos e que Francisco Ramos só atrasava o diploma ao levantar sucessivos problemas. Do seu lado, e a tentar fazer aprovar o decreto que seria favorável às farmácias, estavam o então secretário de Estado do Comércio, Fernando Serrasqueiro, e o secretário de Estado Adjunto do primeiro-ministro, Filipe Baptista. 
          .../...
O processo de investigação inicial surgiu no âmbito das escutas do processo Face Oculta, onde foram apanhadas conversas entre Armando Vara e João Cordeiro, tendo sido extraída uma certidão para abrir uma investigação que foi arquivada e que agora poderá ser reaberta.»

 SEM COMENTÁRIOS

O "NÃO GOSTO DE TI" COMO TÁCTICA DE ENGATE

.
.
.
O semanário "Sol"  publicou ontem a seguinte notícia na sequência do congresso do PCP:


«Comunistas querem Governo de esquerda, mas deixam fortes críticas ao PS»

Se há coisa que admiro no Partido Comunista, e não única, é a sua capacidade de permanecer igual a si mesmo independentemente da realidade politico-social em que se encontre. Já de Álvaro Cunhal se dizia «pode-se perguntar-lhe o que se quiser que ele responde sempre o que lhe apetece». Pois é, esta rapaziada é mesmo assim.

Nas últimas legislativas, de 5 de Junho de 2011, o Partido comunista teve 7,91% do eleitorado, correspondendo a  441.852 votos. Não sei se a rapaziada terá presente que é esta a representatividade que têm na legislatura actualmente em vigor.

Mas vamos mais longe na aritmética para ver se a gente se entende:

O PS teve 28,06% do eleitorado, correspondendo 1.568.168 votos

Ora bem, a soma da percentagem PS/PCP resulta em 35,97%, ou seja, 2 010 020 votos.
O PSD sozinho teve 38,65% , ou seja 2.159.742 votos
A coligação com o CDS-PP ( 11,70% -  653.987 votos) representa 50,35% - 2 795 729 votos

Pergunto eu, o PCP quer um governo de esquerda por alma de quem?

Porque lhes apetece... Pois, compreendo, mas não chega, a menos que assumam que eles é que sabem o que é bom para o povo, que o povo não percebe nada do que devia escolher, a democracia que se lixe, escolhem eles pelo povo.
Sendo assim está bem, estamos conversados. E poupamos uma data de massa nessa mania das eleições.

Não, não estranho nada disto, em 1975 já era viva e crescidinha o suficiente para perceber o que se passava à minha volta - o que, para mal dos meus pecados que já me vão pesando, não é verdade para uma boa fatia do actual eleitorado, arremessadores de pedregulhos incluídos.
Não quero viver outro PREC, não me venham falar em "ditadura do proletariado" outra vez. Proletariado uma ova, se com 7,91% esta rapaziada se quer impor assim, com as rédeas do país, mesmo que "compartilhadas com a esquerdinha caviar", bem podíamos mudar de continente.

E diz no "Sol",
Eleito por unanimidade (ora pois) para um terceiro mandato como secretário-geral, Jerónimo de Sousa disse que está disponível para o “diálogo” com outras forças, mas deixou um aviso: “Ninguém peça ou exija ao PCP que deixe de ser o que é”.
Não Jerónimo, ninguém pede ao PCP que deixe de ser o que é, é uma impossibilidade absoluta. Quando se chega ali parou - no tempo, na mentalidade, na democracia.

Também não passa despercebida a posição do PCP face ao Bloco de Esquerda, malta que os aborrece, rouba-lhes protagonismo e uma fatiazita apetecível de votos. São uns chatos, o PCP não deseja de forma alguma dar-lhes importância, poder então muito menos.
 O PCP quase ignorou o Bloco de Esquerda no Congresso, à excepção de uma crítica deixada pelo deputado Agostinho Lopes, que advertiu que “é uma ilusão” pensar que a saída para a crise europeia passa pelo federalismo como “querem o PS e o Bloco de Esquerda”.

E vale a pena ligar ao que esta rapaziada diz?
Vale.
Não por eles, que não trazem novidades nem alteram em nada o seu discurso, já toda a gente o sabe trautear, vale pelo convite subjacente...
Em terra de cego quem tem um olho é rei, mas só se o usar; se for atrás da cegueira envolvente de nada serve. E poucas coisas cegam tanto quanto a ânsia de poder...
Qual de entre vós se encontra absolutamente convicto de que o PS não seria capaz de corresponder ao convite do PCP com um sorriso maroto?

Não estou esquecida  (não sofro de lapsos de memória selectivos) de que foi o PS a grande força motriz contra os governos provisórios do camarada Vasco Gonçalves, do II ao V,que lá se foi embora a contra-gosto a 25 de Novembro de 75. É verdade, mas nessa altura era o tempo do Carlucci, o PS era outro, ainda não tinha havido legislativas e aquilo a que agora se chama "a direita" ainda não tinha ganho corpo; na altura O PPD/PSD ainda não tinha força e muitos dos que passaram a votar  PSD estavam nas fileiras eleitorais do PS. O fervor revolucionário ainda estava fresquinho e na ordem do dia.
O PS actual é outro, é um PS com oposição à direita e não à esquerda e isto muda todo o discurso... e não só.
É bom, é essencial, que se mantenha isto em mente.
Não seria a primeira vez que o PS delinearia o seu projecto político à socapa e nos presentearia com uma coligação pós-eleitoral surpreendente.
Estou à espera de uma coligação PS/PCP? À priori não, mas não acho impossível, já vi coisas tão estranhas... Como uma coligação PS/CDS...
Vindo dali acredito em tudo.

O artigo AQUI


.