.

.
.
.
.
.

MUDAR PARA A HORA DE VERÃO

A hora de Verão pode ser muito agradável, é bom ter luz do Sol até mais tarde, está bem, mas o malfadado dia, perdão, a malfadada segunda-feira a seguir à mudança... Ó CÉUS!
Não me tentem convencer de que são 7h1/4, sei muito bem que não são. Vou ter de me levantar às 6h! Que biolência!!!
Não me digam nada hoje...

DO CORTE DE CABELO AO CORTE DA ALMA

Já tinha lido aí pela "net" mas não acreditei, achei que era mais uma invenção dos internautas que gostam de se comportar como o Astérix num acampamento romano: envolve tudo na confusão e vai embora assobiando.

«Norte-coreanos obrigados a cortar o cabelo como Kim Jong-un»»

«Os homens norte-coreanos terão de ter o penteado igual ao do líder, de acordo com uma directiva que entrou em vigor em Pyongyang há 15 dias e que se estende agora a todo o país, revelam os media locais.»
QUÊ?
Mas isto é a sério? É mesmo verdade?
Pois parece que sim...

Primeiro apareceram os "cortes permitidos" para homens e mulheres, 10 para eles e 18 para elas, escolha não falta...


Depois eram os jovens que queriam ter o mesmo corte de cabelo do Grande Líder por uma questão de moda, diziam...

Afinal parece que o Grande Líder quer mesmo rever-se em cada um dos seus cidadãos, literalmente
«A notícia é avançada pelo The Korea Times, que cita a Radio Free Asia. "O corte de cabelo do nosso líder é muito próprio, não assenta bem a qualquer um dado que todos têm caras e cabeças de formas diferentes", disse uma fonte.»    SIC Notícias, 26-03-2014 

Enquanto este tarado serve o tio "traidor" (?) a comer aos desgraçados dos cães a coisa está ao nível do sociopata assassino, com mais poder do que o habitual, e não reporta nada de extraordinário; agora esta... Ninguém morre por um corte de cabelo, é verdade, mas a desindividualização/personificação também mata, com morte lenta, pessoal, social e cultural.
Kim Jong-un  consegue fazê-lo com o maior  à-vontade, em grande escala e quotidianamente.
Mas não há quem mate este gajo?

O vídeo abaixo - No Comment TV/ Euronews - foi transmitido há poucos dias por ocasião das "eleições" na Coreia do Norte. Queiram apreciar, em particular os militares dançantes... Não entendo.

O ESTRANHO CASO DO AVIÃO DESAPARECIDO



Aquilo que tem vindo a ser noticiado sobre o desaparecimento do Boeing   777 da Malasian Airways tem estado a dar-me uma irritante brotoeja.

Já se sabe que a informação que vem a público tanto pode ser verdade  como meia-verdade ou ainda arquitectadamente mentira
Às vezes as mentiras são bem arquitectadas e engolem-se com facilidade, outras nem tanto, mesmo não nos passando pela cabeça qual possa ser a verdade a impossibilidade do que nos impingem é óbvia. Esta história do avião desaparecido, colada às buscas incessantes realizadas por 25 ou 26 países durante mais de uma semana... pois, não convence.


Eu vejo muitos filmes, é verdade, gosto particularmente de enredos  de "thrillers" e espionagem. Admito que terei a imaginação estimulada para engentrar tramas de conspiração e assassinatos encomendados mas uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa: uma coisa é uma imaginação estimulada e criativa, outra é já ter visto factos e explicações teóricas suficientes para ter a pestana minimamente aberta e perceber que há um enorme sapo boiando naquilo que me é dado a engolir.

Poucas horas após o desaparecimento do avião, quando chorrilharam notícias, falaram de dois passageiros não orientais que tinham apresentado passaportes falsos e identificaram a agência de viagens onde ambos tinham adquirido as passagens, para Helsinquia, com escala em Pequim.
E depois? Depois nada, nem mais uma palavra sobre o assunto. Afinal eram dois desgraçados em busca de asilo político... (Na China?) Quem eram, o que faziam, se chegaram de facto a embarcar... Nada, é uma coisa normalíssima aparecerem dois tipos iranianos com passaportes falsos a viajarem para a China, roubados, segundo disseram, dois anos antes.

 Hoje li uma notícia que levanta, finalmente, uma hipótese racional para o desaparecimento de um 777 como se fosse uma folha de papel. a qual parece já circular pelos comentários em jornais mas que, estranhamente, ainda não ouvi referida em qualquer noticiário, pelo menos até à manhã de hoje, dia 24.

A explicação pode ser esta, pode ser outra, pode prender-se com a posse de determinada tecnologia e não exactamente da patente - no seu aspecto financeiro - pode prender-se com ambas ou com nenhuma delas mas de que aqui há gato não me parece haver dúvidas, um 777 não "desaparece" no nada sem uma comunicação, um desvio identificado, sem destroços... A menos que seja alvo de um grande, grande BUM!

______________________________________________

In express_logo

Malaysian plane: 20 passengers worked for
 ELECTRONIC WARFARE and MILITARY RADAR firm
O artigo completo traduzido:
«Uma empresa de tecnologia dos EUA, que tinha 20 funcionários sênior a bordo Malásia Airlines Flight MH370 tinha acabado de lançar um novo gadget de guerra electrônica para sistemas de radar militares nos dias que antecederam o desaparecimento do Boeing 777

 A Freescale Semiconductor , que torna microchips poderosos para várias indústrias, incluindo a defesa, divulgou novos e poderosos produtos para o mercado americano a 3 de Março .

Cinco dias mais tarde , o vôo MH370 decolou de Kuala Lumpur para Pequim, com 239 pessoas a bordo, incluindo 20 que trabalham para Freescale . Doze eram da Malásia, enquanto oito eram cidadãos chineses .

O porta-voz da Freescale Mitch Haws disse: " Estas eram todas pessoas com muita experiência e formação técnica,  pessoas muito importantes. "É definitivamente uma perda para a empresa. "

Os accionistas da Freescale incluem o Grupo Carlyle de investidores de private equity , cujos conselheiros incluíram no passado o ex-presidente americano George Bush pai e o ex-primeiro-ministro britânico John Major.

Anteriores clientes de peso da Carlyle incluem a Saudi Binladin Group, a empresa de construção propriedade da família de Osama bin Laden.
O facto de a Freescale ter tanto pessoal altamente qualificado a bordo do Boeing 777 já havia solicitado teorias conspiratórias sobre o que poderia ter acontecido .

A companhia diz que estavam voando para a China para melhorar suas operações de produtos de consumo , mas as recentes ligações da Freescale à tecnologia de guerra electronica é susceptível de desencadear mais especulação e aprofundar o mistério. 
Os especialistas têm estado confundidos sobre como um grande avião de passageiros parece ter voado sem ser detectado e, possivelmente, iludido sistemas de radar militares até por cerca de seis horas. 
Evitar a detecção por radar através de " tecnologia de camuflagem " tem sido um dos objectivos da indústria de defesa e a Freescale tem estado a trabalhar no desenvolvimento activo para radares militares. 
No seu site, a empresa diz que seus produtos de rádio frequência cumprem os requisitos para aplicação em  "aviação, radares, comunicações, orientação de mísseis , guerra electrônica e identificação amigo/ inimigo " . 
Em Junho passado  anunciou que estava criando uma equipe de especialistas dedicados à produção de "produtos com energia de frequência rádio"  para a indústria de defesa. 
E  em 3 de Março , anunciou que estava lançando 11 desses novos gadgets para uso em " alta freqüência , radar de banda baixa VHF e UHF  e comunicações de rádio ." 
A empresa não respondeu a perguntas da Express on-line, incluindo se qualquer dos seus empregados ausentes estava a trabalhar em produtos para a defesa. 
Nem forneceu quaisquer respostas sobre a mais recente teoria da conspiração amplamente divulgada nas secções de comentários dos sites de jornais e outros fóruns da internet. 
Um comentário diz:  " Você já  reuniu as peças do quebra-cabeças do desaparecimento do vôo 370 para Beijing China? Se não, aqui estão as suas peças que faltam : 
"Patentes Patentes patentes." 
Quatro dias após o MH370 vôo ter desaparecido uma patente é aprovada pelo Escritório de Patentes, quatro dos cinco titulares de patentes são funcionários chineses da Freescale Semiconductor de Austin TX. 
"Patent é dividido em 20 por cento, para incrementos de cinco titulares . 
"Peidong Wang , Suzhou , China, ( 20 por cento );
Zhijun Chen , Suzhou , China, ( 20 por cento );
Zhihong Cheng , Suzhou , China, ( 20 por cento );
Li Ying , Suzhou , China, ( 20 por cento );
Freescale Semiconductor (20 por cento) .
"Se um detentor de uma patente morre, os titulares restantes irão dividir igualmente os dividendos do falecido se não disputada em testamento. "Se quatro dos cinco morre , então titular da patente sobrevivente fica com 100% do valor da patente. "O titular da patente restante é a Freescale Semiconductor . " E acrescenta: " Aqui tem o seu motivo para o avião desaparecimento do avião para Pequim. Todos os quatro detentores da patente chineses eram passageiros do avião desaparecido." 
Os detentores da patente podem proceder a alterações legais, passando de riqueza para seus herdeiros. "No entanto, eles não podem fazê-lo até que a patente seja aprovada. Quando o avião desapareceu , a patente ainda não tinha sido aprovada. "

PUTIN, O CONQUISTADOR

Há quem diga que a história é cíclica, há quem defenda que a história não se repete, uma coisa eu sei: a história ensina-nos, defende-nos de erros, faz-nos pensar. E é bom que pensemos.

Sumariamente...

Hitler nasceu na Áustria.
Em Fevereiro de 1938 Hitler teve uma reunião com o chanceler austríaco  Kurt Schuschnigg no seu isolado e imponente "Ninho da Águia". Durante a manhã falou-lhe, melhor dizendo, gritou-lhe, sobre a situação isolada da Áustria, que a Europa não a defenderia - e tinha razão - que a sua história era um manifesto de alta traição e que iria pôr um fim a essa situação ultrajante. À tarde disse a Schuschnigg que estava preparado para fazer a anexação da Áustria, inimiga do Reich;  a menos que um acordo aceitando as suas exigências fosse assinado pelo presidente austriáco, Miklas,  invadiria no prazo de três dias. Caso o ultimato fosse aceite respeitaria a soberania da Áustria. Pois. A "Anschluss Österreich" que havia falhado em 1918 vingava agora, em todos os sentidos do termo.
Um mês depois, em Março de 1938, Hitler berrava aos quatro ventos que era necessário, e legítimo, salvaguardar os cidadãos de etnia germânica, "oprimidos na generalidade e em particular os residentes na Checoslováquia. (Legitimo, dizia ele, porque a Checoslováquia havia sido criada em 1919 emergida do antigo Império Austro-Húngaro, habitada por uma amálgama de povos, na sua maioria alemães, desde que não considerados os checos, naturalmente.) Assim "legitimada" seguiu-se a anexação da  "Sudetenland", a zona fronteiriça norte e ocidental da Checostováquia a 15 de Março de 38, fez ontem 76 anos, não foi assim há tanto tempo... .

Mussolini ,  Daladier,   Hitler  e  Chamberlain
 na  assinatura do Acordo de Munique. 

A Europa tremeu... havia que evitar a guerra.
Seguiu-se a ocupação da Checostováquia pela Wehrmacht 
... E a desesperada assinatura do Tratado de Munique, sem a presença da Checoslováquia, a 30 de Setembro de 1938.
Curiosamente... o Tratado de Munique estabelecia que uma comissão internacional, representando a Alemanha, a Grã-Bretanha, a França, a Itália e a Checoslováquia supervisionaría um plebiscito para determinar as novas fronteiras.

Nesta altura já os olhos de Hitler sobrevoavam os mapas da Polónia e da Hungria
O resto é História... da II Guerra Mundial.

Hoje, 
76 anos e um dia após a invasão da Checoslováquia, decorreu um "referendo" na Ucrânia, mais concretamente na Península da Crimeia, que não foi decidido pelo governo ucraniano, nem, tão pouco pedido pelo povo ucraniano;


Hoje decorreu um "referendo" que nem sequer pergunta «Sim ou Não», nem sequer coloca a hipótese de a Crimeia permanecer como território ucraniano, apenas duas perguntas - "queres assim ou com mais molho?" - 
“É a favor da reunificação da Crimeia com a Rússia como parte da Federação Russa?”.

" “É a favor da restauração da Constituição de 1992?", 

que confere autonomia aos órgãos regionais para escolherem o seu rumo de integração, ou seja, permite que a região seja anexada pela Rússia uma vez que ontem o parlamento regional da Crimeia aprovou a independência da península em relação à Ucrânia.

O resultado deste referendo salda-se por 93%  de pró-russos. Vá lá, não foi por unanimidade, nesse aspecto são mais sabidos do que o tipo dos 100% na Coreia do Norte. Só não sei, nem sei se alguém saberá, qual a percentagem dos votantes e dos não votantes; as urnas estão, oficialmente controladas pelas milícias, que não são russas, diz Putin

Os tanques russos bordam a fronteira com a Crimeia; milícias russas patrulham as suas ruas, os orgãos de informação ucranianos foram encerrados na Crimeia, os observadores estrangeiros, convidados, foram impedidos de entrar no território, os jornalistas estrangeiros são agredidos pelas milícias e impedidos de trabalhar

Depois de hoje, 
  • as autoridades ucranianas na Crimeia serão consideradas ilegais e destituídas de qualquer poder,
  • As sanções do ocidente terão inicio, provavelmente, já na semana que hoje se inicia sem que isso resolva seja o que for.
  • Putin irá manter a sua posição de "a Rússia não deseja um confronto militar" mas, digo eu, avançará com as suas tropas sobre o "seu território em defesa das populações russas e pró-Rússia". Aliás... o parlamento da Federação Russa já concedeu a Putin, por unanimidade, claro,  o direito a usar as forças militares para protecção dos cidadãos russos na Ucrânia. 
  • A eleição de um novo presidente para a Ucrânia a 25 de Maio, muito provavelmente pró- integração europeia, está debaixo de fogo.

O que há de importante na Crimeia?

A "Frota do Mar Negro" está estabelecida na grande base naval russa em Sevastopol, pelo menos até 2042.

Qualquer movimentação de tropas russas fora dos limites da base tem de ser autorizada pelo governo ucraniano... Situação que se apresentará como absurda na cabeça de Putin, digo eu: A "Mãe-Rússia a pedir licenças à Ucrânia, que disparate insustentável"

Dizem as más línguas que "enviados russos" têm andado a distribuir passaportes russos na península. Pode lá ser...

EM CASO DE EMERGÊNCIA...

Uma coisa que qualquer progenitor deve ensinar à sua criança, desde a mais tenra idade, é o que fazer numa emergência e, uma das instruções fundamentais, explicar como ligar para um serviço 112 ou similar internacional.

Lembro-me ter ter os meus receios de me poder dar um treco, ou de bater com a cabeça na banheira, estando em casa sozinha com o meu filho pequenino; dei-lhe várias instruções que, volta não volta, eram "recicladas".

O vídeo que deixo abaixo, apenas com som mas chega e sobra, vem na sequência destes cuidados fundamentais e do resultado que podem ter frases como: «Se precisares de ajuda ligas para o 112»

Não percam, é hilariante, delicioso.

)

CHAMEM-ME O INEM S.F.F.

Relato mas não comento

As coisas que se fica a saber no Facebook:


O original (originalíssimo) da notícia (?) AQUI
A esta hora ainda devem estar por aí nos copos a comemorar esta grande vitória


UM ACONTECIMENTO

Quando andava no liceu era uma péssima aluna de Fisico-Quimíca, passável em Ciências. Aquilo era "chato".

Depois estreou a serie "Cosmos", de Carl Sagan, que dispensa apresentações.
Maravilhei-me! Maravilhei-me de vez, li o livro e depois desse inúmeros, cada vez mais específicos, especializados, complicados. De física e agarrados a esta de filosofia, de história, de biologia e por aí fora.
Sem desprimor para ninguém, porque tive sorte com alguns mestres que me preencheram horas da minha adolescência, Carl Sagan foi, de longe, o melhor Professor que tive, o que mais me abriu os horizontes, aquele que conseguiu transportar-me até ao maravilhamento, o que me fez entender que a humanidade é preciosa por ser inequivocamente irrepetível no espaço ou no tempo.


Hoje às 23h vou ver o "novo" Cosmos.
Estou um pouco assustada... será que conseguiram amolgar aquela obra-prima?
É que há coisas em que não se mexe, como um Jaguar XJ ou um DaVinci
Espero que seja apenas uma actualização científica com melhores e mais recentes imagens

Obrigada Prof. Carl Sagan, lá na galáxia onde estiver

«Estrelas, planetas, galáxias, evolução, ADN ou as moléculas orgânicas serão muitos os temas abordados por Neil deGrasse Tyson em ‘Cosmos: Odisseia no Espaço’. 
Estreia hoje, num evento global e em simultâneo em todos os canais FOX. Hoje iremos superar o impacto que Carl Sagan teve há 34 anos. 
Façam parte deste marco histórico, hoje, às 23h00.»
http://natgeotv.com/pt/cosmos


Actualização:  no dia seguinte...

Dizia eu aí acima que a humanidade é  inequivocamente irrepetível no espaço ou no tempo; o mesmo sucede com cada um dos seres humanos. O "Cosmos" sem Carl Sagan não é o "Cosmos".
E...
Quando o narrador é de excelência não são necessários desenhos animados para contar histórias. Talvez seja positivo se se pretender conquistar um público mais jovem, talvez... O que não me parece positivo é que se aposte nos desenhos animados para tornar a história de Giordano Bruno interessante para os mais novos - a menos que se parta do princípio de que não se conseguirá conquista-los de outra forma. Pouca fé na narração, penso eu.

Excepcionalmente ontem deixei o meu filho, de 11 anos, ficar acordado para ver a estreia da série, pensei que seria mais cativante do que ver, depois, a gravação.
Ele já havia visto o episódio especial de síntese da série realizado com o intuito de honrar a Terra como planeta único na sua ínfima pequenez na imensidão universal: «Pale Blue Dot: A Vision of the Human Future in Space» (a série completa tenho vindo, pacientemente, a guarda-la para mais tarde). Ontem, quando o episódio acabou e enquanto ele se deitava perguntei-lhe o que tinha achado. "É interessante mas prefiro o original, não há nada como um original".
Pois. Está tudo dito. Espero para ver mais...