.

.
.
.
.
.

AMIGOS COMO CÃO E GATO

O Senhor Y é meu amigo há muitos anos, desde que éramos dois adolescentes inconscientes. Não morávamos longe um do outro, tínhamos amigos comuns, frequentávamos o mesmo café-ponto-de-encontro. Quis o destino que a vida nos mantivesse geograficamente perto, não somos bem vizinhos mas quase; um quase q.b./ assim está bem. Vemo-nos com muita frequência e por isso continuamos a ter amigos comuns.

Como todas as pessoas que têm uma grande e longa proximidade, sem cerimónias ou disfarces, volta não volta (mais volta do que não volta) dá-nos para embirrar um com o outro, nada de grave, desabafos rosnados sem a menor intenção de morder. Quando estamos acompanhados com outros amigos, o que acontece praticamente todas as semanas, por vezes sinto-me como um dos velhos dos marretas a desconversar com o outro: de repente temos uma "audiência" a observar-nos contendo uns risinhos, ou não contendo, assistindo a mais um episódio de uma "soap-comedy" no ar há anos. A verdade é que isto acontece sem qualquer intenção de dar espectáculo, tanto assim que as nossas "trocas de galhardetes" ocorrem-nos naturalmente sem "audiência" alguma; somos assim, como cão e gato, amigos de espécies diferentes que manifestam a sua amizade e desatinos superficiais como as normas da vida os ditam.

Quando recebi o vídeo aí abaixo num e-mail da CR, que tem uma paixão por bicharada pelo menos tão grande quanto a minha e, provavelmente, pelas mesmas razões, achei uma graça, pela traquinice e pela ternura.
Não pude deixar de me lembrar do meu amigo Y e do nosso franco relacionamento... e estou certa de que os amigos que vejam as cenas identificarão de imediato o misterioso Senhor Y; quanto a ele não terá quaisquer dúvidas.



.

BOAS NOVAS, OU TALVEZ NÃO...



MÁRIO SOARES ANUNCIOU AO PAÍS QUE TEM UMA CONSCIÊNCIA


Referindo-se ao próximo candidato à Presidência da República a vir a ser apoiado pelo PS, declarou Mário Soares com todas as letras:

“Se for Manuel Alegre veremos, mas acho que não, isso não porque eu também
tenho uma coisa importante que é a minha consciência



Implícito fica que Mário Soares se considera um homem superior a Manuel Alegre pelo menos no que toca às qualidades necessárias para ser P.R. apoiado pelo P.S.
G'anda noia!

OUTRA VEZ...


O que abaixo transcrevo parece um daqueles "posts" que muitas vezes escrevo levando determinadas situações no gozo porque são demasiado tristes, absurdas ou idiotas para se conseguir levar a sério. E poucas são as coisas que levo a sério, cada vez menos. Porém esta é uma notícia real que se encontra publicada na "SIC on Line" e reza assim:


«Governo faz declarações contraditórias sobre aumento dos transportes»


Publicação:25-05-2010| Última actualização:21:29 21:29


«Depois das notícias de todo o dia, em que o secretário de Estado admitia um aumento dos transportes sem especificar quando, ao final da tarde desta terça-feira, o Ministério emitia um comunicado a avisar as redacções onde se diz que "não existe, neste momento, qualquer decisão sobre esta matéria, não estando a mesma na agenda das decisões do Governo". Poucos minutos depois, o mesmo Ministério avisa as redacções para não fazer caso desse comunicado, tratou-se afinal de um lapso.»

«Ou seja, o desmentido que desmentia as notícias não é válido. Pode assim avançar-se para o que era verdade, e pelos vistos continua a ser

O resto da notícia, infelizmente, já não tem graça nenhuma mas isso já todos sabemos.

.

'TADINHO DO RUI PEDRO


Tribunal proíbe Sol de publicar conversas em que Rui Pedro Soares tenha participado

Lisboa, 25 Maio (Lusa) - O Tribunal Cível de Lisboa decidiu hoje manter a proibição de o jornal Sol publicar conversas em que o ex-administrador da PT Rui Pedro Soares tenha participado, apesar de o semanário já ter editado várias notícias sobre o caso desde Fevereiro.

A decisão obriga ainda o director do Sol, José António Saraiva, a pagar uma indemnização de 10 mil euros pela violação das providências cautelares apresentadas em Fevereiro por Rio Pedro Soares, enquanto as jornalistas Felícia Cabrita e Ana Paula Azevedo terão de pagar 5 mil euros cada uma.

O tribunal "mantém a proibição de os jornalistas editarem, em papel ou na internet, ou em qualquer outro meio, conversações ou comunicações telefónicas em que Rui Pedro Soares tenha participado", refere a sentença.

Para o director, «é importante» que tenha sido retirada a acusação de invasão da vida privada, porque, defendeu, «todas as questões tinham a ver com empresas com participação do Estado»

Espera aí...!!! Não estou a entender...
Se foi
retirada a acusação de invasão da vida privada, porque todas as questões tinham a ver com empresas com participação do Estado, por que é que o Tribunal proíbe um órgão de comunicação social de publicar? É isto o que se chama "Censura Judicial"?
E nem me venha para cá com essa do "segredo de justiça" aplicado ao querido Rui Pedro porque eu atiro-me já para o chão a gargalhar.


Cá por mim vou ajuda-los a pagar as multas... Siga o baile!

.

HOJE DEU-ME PARA O TRABALHO

Ministra do Trabalho - 17 de Maio

"Temos a noção de que é um plano que tem medidas que poderão ter impactos negativos sobre o emprego e trabalharemos todos em conjunto no sentido de poder melhorar ao máximo esse impacto negativo e podermos também começar a ter algumas perspectivas positivas relativamente ao emprego".

Pois claro, senhora ministra, já percebemos que estão todos a trabalhar para poderem melhorar ao máximo esse impacto negativo. Aliás têm vindo a fazê-lo consolidada e continuamente. Quando vier alguém que tente reverter para um mínimo esse impacto negativo queiram fazer o favorzinho de me avisarem que é para eu votar em conformidade.

Ministra do Trabalho - 5 de Maio

"Estas medidas (revisão do regime de subsídio de desemprego) nunca tiveram a ver com a poupança, mas sim com fazer voltar os desempregados, o mais rapidamente possível, ao activo", disse aos jornalistas no final da reunião de concertação social, confrontada com a estimativa do Governo de uma poupança na ordem dos 40 milhões de euros.

Sim senhora ministra, nem o próprio José estaria melhor, nunca tiveram a ver com a poupança, mais 40 milhões, menos 40 milhões... uma verdadeira socrática; aliás a sua corrente filosófica está indubitavelmente correcta: nada como cortar nos subsídios de desemprego para "fazer voltar os desempregados, o mais rapidamente possível, ao activo". O problema é que o "activo" virou "passivo", a taxa de desemprego atinge valores nunca antes navegados e continuamos a meter água no bote.


Ministra do Trabalho - 25 de Maio

Estamos numa situação difícil no país e é necessário que todos possam dar as mãos para podermos ultrapassar esta dificuldade. Precisamos do empenho de todos os portugueses”, afirmou a ministra do trabalho.

Ó senhora ministra, pode estar certa de que não tarda mesmo nada o portugueses vão estar todos empenhados - vai dar um arejamento nas pratas da família e das prendas de casamento que vai ser uma alegria, nem os anelitos de noivado se safam. Quanto a essa de podermos dar todos as mãos para ultrapassar as dificuldades... será que o que pretendia dizer era "estendermos todos as mãos para não sucumbirmos às dificuldades"? É que de outra maneira não estou a ver...


Ó Lenicha, diga-me cá uma coisa, quando a menina nasceu era uma bebé loirinha, loirinha, não era?

OBJECTOS DE MUSEU

As últimas horas do Atlantis
23/05 19:43 CET


O vaivém Atlantis desacoplou-se da estação espacial internacional depois daquela que foi a última missão no espaço após três décadas ao serviço da NASA e da humanidade.

A manobra foi realizada a meio da tarde sobre o Oceano Pacífico e a Austrália.

O regresso a terra está previsto para quarta-feira depois de um voo circular sobre a ISS destinado a fotografar a Estação.

Na missão de 12 dias a tripulação do Atlantis instalou seis novas baterias de 170 quilos ISS com uma longevidade de cinco a seis anos. As anteriores estavam em funcionamento há quase uma década.

Neste último voo da Atlantis foi também instalado o módulo russo Rassvet que permite a acoplagem dos vaivéns russos Soyuz e Progress que vão substituir a frota da NASA até cerca de 2015, altura em que estará pronto um novo vaivém da agência espacial norte-americana.

Depois desta missão a Atlantis vai para o museu, tal como o Discovery, em Setembro, e o Endeavour em Novembro.

Copyright © 2010 euronews
__________________________________

NASA TV

TRIBUTE TO ATLANTIS


THE LEGACY OF ATLANTIS



.

BRITCOM

Gostei da pergunta que li agora no blog "31 da Armada", faz todo o sentido:

"No Reino Unido querem cortar despesas. Loucos, estes britânicos. Para quê gastar menos quando se pode cobrar mais? "

Realmente... Ficou-lhes a loucura desde o tempo da Magna Carta.

RECTIFICAFIVO JAMAIS!


Ministro emite despacho: novas taxas entram em vigor em Junho
por Agência Lusa, Publicado em 22 de Maio de 2010

O ministro das Finanças afirmou hoje que emitiu um despacho “clarificador” para que “não subsistam dúvidas” de que as novas taxas de IRS só entram em vigor “a partir de Junho e somente a partir de Junho”.

Pois, estava a ser uma grande barracada, desta vez não dava para dizer: " Não foi isso que eu disse... formalmente"

O ministro das Finanças admitiu que “tenha causado alguma estranheza”, mas, realçou, “o despacho teve que sair porque o processamento dos vencimentos não é feito no dia que entra em vigor, é feito com alguma antecedência”.

E não dava para escrever lá que só produzia efeitos a partir de 1 de Junho? Ó Teixeira, lá estão a gozar contigo outra vez; deixa lá, não é só contigo, até o Louçã se sente gozado.

Estas coisas dos actos jurídicos e normativos geram estas coisas: uma coisa é o que se interpreta na lei e outra o que está na cabeça de quem o faz”, realçou Teixeira dos Santos, acrescentando que “nunca esteve no espírito do ministro das Finanças outra data que não fosse Junho”.

Estas coisas dos actos jurídicos", pois lá está, é um universo paralelo ao "financeiro" com outro sistema espaço temporal, eu bem o dizia aí abaixo no "post" anterior...

Teixeira dos Santos rejeitou que o despacho seja "rectificativo", chamando-lhe "clarificador".
Sim, Teixeirinha, até lhe podes chamar assobio...
___________________________________




Então e José, não diz nada? Não teve nada com esta trapalhada que poderia ter trazido mais uns bons cobres aos cofres do Estado? Que raio, logo haviam de dar por isso e fazer aquela escandaleira toda;
Por que no se callan?

JÁ NOS LIXARAM, MAIS...AINDA

E a malta do privado que ia toda processar o subsídiozito de férias em Maio.

Vai o governo e comete um "erro" jurídico.

Isto está bonito...

Ora então tinham uma discussão agendada no parlamento
Ora então iam submeter à votação
Ora o parlamento que se lixe, se calhar agora queriam mandar no país, querem lá ver... Pior! Se calhar passou-lhes pelas cabeças que podiam discutir, aprovar ou desaprovar aquilo que o governo faz... Sim o governo que manda no país e que foi eleito para o fazer... Ou julgarão que alguém votou neles, naqueles 230 rançosos...

O governo aprovou está aprovado. Publique-se.

O primeiro-ministro já disse que se apoia em "despachos do Tribunal Constitucional que deixam o Governo muito seguro".

Yá, fixe! O que o Tribunal Constitucional se esqueceu de dizer foi que a publicação das tabelas levaria a que estas entrassem em vigor. Pois, se calhar ninguém lhes perguntou...

"A aprovação e publicação do referido despacho, com alguma antecipação em relação ao início do mês de Junho, visa permitir o conhecimento atempado dos valores actualizados de tais retenções, evitando constrangimentos decorrentes da necessidade de adaptação nos sistemas de processamento de rendimentos das entidades sobre as quais a lei impende a obrigação de retenção", lê-se numa nota do Ministério das Finanças.

Pois claro, qualquer asno compreende que a alteração dos valores percentuais aplicáveis de uma tabela é algo que requer cerca de um mês para ser conhecido e aplicado. Ah coisinha complicada, heim... Se a coisa tivesse sido antecipada a fim de evitar constrangimentos não há dúvidas de que teriam feito um grande serviço. Este pessoal é do melhor!

Na quinta-feira passada, dia do Conselho de Ministros "prós-aumentos IRS, IRC,IVA e prós-decréscimos -simbólicos-5%-remunerações dos titulares de cargos políticos e gestores públicos", disse eu aqui que Einstein explica as baldrocas do nosso 1º em questões temporais. Se toda a medição do tempo é subjectiva não é de estranhar que o tempo jurídico e o tempo financeiro não coincidam, são espaços tão diferentes...

A lei pode estipular que o publicado entra em vigor à data da publicação, se o nosso 1º diz que nem por isso, que a data que ele comunicou é que vale, então é porque assim é - todos sabemos que José não é rapaz para dizer uma coisa por outra, muito menos fazer. E nós, todos nós, queiramos ou não, pagamos para ver.

"Foi uma opção derivada do facto de só termos seis meses para reduzir mais um por cento do défice, já que não havia qualquer hipótese de utilizar a redução da despesa para produzir um efeito tão rapidamente.Espero que todos compreendam que era necessário dar um sinal claro, internacionalmente, de que estamos envolvidos no esforço europeu para reduzir o défice orçamental e para pôr as nossas contas mais rapidamente em ordem do que o que tínhamos previsto", disse José
Pois claro que todos compreendemos. José não teve culpa nenhuma, ele que tem feito tudo tão bem feitinho, o mundo é que mudou em uma, duas ou três semanas, depende...


Ainda a 6 de Março passado o secretário de Estado da Presidência do Conselho de Ministros, João Tiago Silveira, dizia, após 5 horitas de reunião do Conselho que aprovou o PEC na generalidade, que este "garantia a estabilidade fiscal e a redução da despesa".

"Queria transmitir uma mensagem de confiança no Governo e nos portugueses. Nós já fomos capazes uma vez de fazer um grande exercício de reequilíbrio das contas públicas. Passámos de um défice de mais de 6 por cento em 2005 para 2,6 por cento em 2007 e vamos conseguir uma segunda vez". - fonte - Lusa

Pois mas isso foi antes de o mundo mudar e de José ir contribuir para salvar a Europa.

Quem bem me conhece saberá o esforço desmedido que estarei fazendo para não encher o presente "post" de bom português vernáculo . Hai-qu'eu-nã-m'aguento

Pode ser em castelhano?

(Existe toda una jerarquía de hijos de puta, atendiendo a la categoría e intensidad de su hijoputez)

Joputín,Ío de puta er tío, Hijo de perririjilla, Joputa, Hijoputa, Hijo de mala madre, Hijo de la Gran Puta, Grandísimo hijo de la Maldita, Puta Que Te Parió , Hijo de la Grandísima Puta de Oro, Hijo de un transbordador lleno de putas intergalacticas mal garchadas, etc, etc, etc.

Desculpem lá a verborreia mas é que não gosto que me gozem sem, ao menos, pedirem licença. Agora, provavelmente só me volta a dar outra destas quando em 2011 fizerem as contas ao IRS e 2010 me (nos) taxarem como se o ano tivesse todo sido tabelado de acordo com o 2º semestre. A ver vamos...

FINALMENTE ALGUÉM ASSUMIU

Vi agora mesmo um e-mail ('brigadus Rui, os meus "assessores de imprensa" são formidáveis). Relata uma historieta, que entretanto fui confirmar e, ao que tudo indica é verídica - ter-se-á passado no último mês de Abril ou por aí.
A história não será novidade mas para mim foi - e gostei. Finalmente alguém assumiu naquela sala, da melhor maneira, aquilo que por lá mais se faz mas sem gosto, sem graça e sem competência. Se os tradicionais ocupantes do hemi-circulo apostassem nesta versão de exercício (de funções) quiçá não teríamos um país mais calmo e bem organizado.
Ah valentes!

_____________________

«Abaixo os organismos de cúpula, vivam os orgasmos de cópula»
por Daniel Oliveira

«Um episódio está a aquecer o Parlamento. Nada tem a ver com os deputados. A semana passada um colaborador do grupo parlamentar do PSD foi apanhado em flagrante delito, às sete da manhã, em pleno acto com uma amiga que não trabalha na Assembleia. A coisa pode parecer apenas interessante contada assim. Mas é muito mais do que isso. O acto aconteceu na sala do plenário. Infelizmente, a interrupção não terá permitido ao arrojado casal levar a fantasia até ao fim. Há sempre um empata.

Antes que a coisa saia na imprensa e comecem as condenações morais, quero deixar clara a minha admiração pelos pecadores. Porque respeito quem faz tudo para cumprir uma fantasia. Porque deram um contributo para a dessacralização do poder, aproximando assim aquele órgão de soberania das verdadeiras preocupações dos cidadãos. E porque, por uma vez, aconteceu qualquer coisa realmente interessante naquela sala (infelizmente não consegui saber qual foi a bancada escolhida). Só lamento que, como de costume, quando realmente alguma coisa de construtiva começa ali a ser feita, seja deixada a meio. O meu abraço aos dois. Próxima aventura: Palácio de Belém?»

Hum... Daniel... No Palácio de Belém ninguém faz essas coisas...
Duvido mesmo que alguma vez tenha feito.


.

EXACTLY, NEM MAIS NEM MENOS

Encontrei o artigo abaixo no "I on line".

Só não concordo com aquela frase que diz: «O grande problema dos portugueses é que José Sócrates parece estar realmente convencido do que diz. ». Esse não é, de todo, o grande problema dos portugueses, antes fosse... Esse é um dos problemas de Sócrates.

Como também não acredito que Passos Coelho esteja arrependido, não é tipo de arrependimentos; PPC faz o que for preciso, para agradar a quem o chutou para a frente, ou melhor dizendo, para cima, e para chegar onde quer, e ele quer.
Mas a temática aqui não é o povo português nem PPC, é a doença do doente: essa está diagnosticada e vem nos livros.


Nem mais nem menos, é isto mesmo que penso:«Rezam os manuais da especialidade que nestas circunstâncias não convém contrariar o doente, porque isso apenas contribuirá para agravar o seu estado de saúde».

Estou-me nas tintas para a saúde mental do doente mas realmente não vale a pena, o tempo e as palavras gastos a contraria-lo. Gastos não, perdidos.
O homem está mesmo convencido de que é bestial, de que tem toda a razão, de
que ainda está para nascer outro. Não ouve ninguém, quem quiser que o oiça a ele e quem não quiser que se lixe, ou é estúpido ou é cúmplice de uma cabala negra, eventualmente por ânsia de poder ou despeito - julgamos o outro de acordo com os nossos princípios.

O homem não vai melhorar, vai morrer assim, envolto na sua megalomania egocêntrica, convencido de ser um grande estadista e as coisas que tenha feito menos confessáveis fê-las de pleno direito, o direito que assiste aos homens superiores ao comum dos mortais, um super-herói misto de Nietzsche e de Maquiavel.

Tudo isto é fácil de observar e entender, o que me espanta é como ainda há quem queira aturar este tretas do caraças.

O Tuga é espantoso... revê-se nas vitórias do sapatilhas, vinga-se de quem possa viver melhor nem que para tal tenhamos todos de viver pior.

E há o privilegiado que convive mal com a culpa subjacente aos seus privilégios resolvendo, mal, ilusoriamente, os dramas da sua moral burguesa num abraço à esquerda; uma esquerda falsa, débil e complexada que não se assume nem na vida que leva nem nas opções que faz, menos ainda socialmente, na forma desrespeitosa como vê o povão, a "gentinha".

Além destes acima referidos também há os bem intencionados, digamos assim. Os que não querem nada que cheire a foices e martelos mas que são assombrados pelo papão mau e feio da direita; Os que acham que este não é bom mas que "do mal o menos" como se isso fosse opção; e os que ainda acreditam, mesmo - também os há - esses são os que menos entendo. Como é possível não ver que o tipo é um impostor?

Por último há os tachistas, claro, os que, gramem ou não o chefe, lhe engraxam as botas e lhe cimentam o pedestal porque se ele cai é uma chatice, quem vier não os vai querer nem às suas gordurosas competências.

Quanto ao outro, ao que lhe veio servir de par nesta dança, já era lobo antes de lhe vestir a pele; Tudo tem um preço... e ele paga. Paga para ver, para bailar e para dar baile.
Começou por ir a um casting do LaFéria onde lhe foi recusado o estrelato mas jurou que o palco havia de lhe pertencer. Assim será - quem ele deve temer não é o Sapatilhas, esse vai dar-lhe o camarim de mão beijada; o seu pesadelo irá ser outro, e de peso...



_______________

"I on line"- 21 de Maio de 2010
«O erro de José Sócrates e o tango de Passos Coelho»
por Paulo Pinto Mascarenhas

«O drama do líder do PSD é que poderá ter de passar os próximos anos a pedir desculpa aos portugueses em nome de José Sócrates»

Como a canção dos brasileiros Jorge Mautner e Caetano Veloso, a entrevista do primeiro- -ministro esta terça-feira à RTP deveria ter como título "Todo Errado". O erro de José Sócrates começa quando não assume as suas próprias responsabilidades na actual crise.

O secretário-geral do PS quase citou na íntegra o refrão de Mautner e Caetano: "Eu não peço desculpa e nem peço perdão. Não, não é minha culpa, essa minha obsessão." Ao contrário do presidente do PSD, com quem dança o tango da austeridade, o primeiro-ministro recusa-se a pedir desculpas.

A obsessão de Sócrates nunca teve a ver com o défice, tratado como um assunto menor, que nem sequer foi uma preocupação dos socialistas: durante os últimos anos estiveram convencidos e conseguiram convencer a maioria dos portugueses - contando para o efeito com o alto patrocínio presidencial de Jorge Sampaio em 2004 - de que havia vida para além do défice.

O grande problema dos portugueses é que José Sócrates parece estar realmente convencido do que diz. A entrevista à RTP foi de certo modo exemplar enquanto radiografia psicológica de um primeiro-ministro desligado da realidade do país.Durante 64 minutos, apenas pediu desculpa aos entrevistadores para os contradizer. De resto - e por junto - o pacote de austeridade e o aumento dos impostos resultaram de "ataques especulativos à zona euro" e nunca da sua actuação enquanto chefe do governo.

Na narrativa mitómana de Sócrates, Portugal não se poderia recusar a salvar o projecto europeu - e só por isso teve de juntar umas medidas avulsas ao extraordinário Programa de Estabilidade e Crescimento que, aliás, toda a "Europa" tinha aplaudido de pé.

Rezam os manuais da especialidade que nestas circunstâncias não convém contrariar o doente, porque isso apenas contribuirá para agravar o seu estado de saúde. Não vale a pena lembrar que foi a mesmíssima Europa de Merkel, Sarkozy e Barroso que exigiu medidas suplementares para um PEC considerado insuficiente. Na leitura de Sócrates, é Portugal que pode salvar a "Europa" - e não o contrário. Do que o primeiro-ministro não se lembra, ou o que prefere esquecer, é que os "ataques especulativos" à zona euro só acontecem porque existem umas economias a sul, onde se inclui Portugal, que são alvos fáceis e apetecíveis pela sua fragilidade estrutural.

Pedro Passos Coelho deve estar arrependido por ter aceitado ser o par Sócrates neste baile surrealista. É verdade que são precisos dois para dançar o tango, como disse o primeiro-ministro em Espanha, mas convém que os bailarinos não passem a vida a pisar os pés um do outro.

O drama político do líder do PSD é que poderá ter de passar os próximos anos a pedir desculpa aos portugueses em nome de José Sócrates.»
___________________


.

O MUNDO MUDOU, JOSÉ NÃO, ou talvez só o nariz

Hoje o Conselho de Ministros vai debruçar-se sobre a
Lista de medidas adicionais:

Despesa:

Eliminação antecipada das medidas anti-crise

-Redução das transferências para o Sector Empresarial do Estado, medidas de racionalização e saneamento financeiro

-Redução das despesas na Administração Central (comunicações, representação, limites de despesa aos Fundos e Serviços Autónomos, cativação de suplementos remuneratórios não obrigatórios, congelamento de admissão de pessoal).

-Redução de 5 por cento nas remunerações dos titulares de cargos políticos e gestores públicos
(Medida simbólica, segundo o senhor primeiro-ministro)

-Redução despesas de capital

-Redução das transferências para as administrações regionais e Locais ao abrigo da Lei de Enquadramento Orçamental

Receita:

-Aumento das taxas de IVA em 1 ponto percentual em todos os escalões

-Aumento da taxa de IRC em 1 por cento até ao terceiro escalão, e de 1,5 por cento a partir do quarto escalão

-Aumento da taxa liberatória em 1,5 por cento.

-Aumento em 2,5 pontos percentuais do IRC sobre os lucros tributáveis acima de 2 milhões de euros

-Sobretaxa com incidência no crédito ao consumo

Reformas Estruturais:

- «Prosseguir aprofundamento de reformas estruturais: saúde, educação, energia, simplificação administrativa, economia digital.»

Outras notícias:

"Tempo quente até ao fim-de-semana, instabilidade volta depois"
Segundo o Instituto de Meteorologia...

E mais.

José disse durante a

Entrevista à RTP - 18/05/01

O mundo mudou nessa semana" [6'46]

"A verdade é que o mundo mudou em 2 semanas" [8'33]

"A verdade é que o mundo mudou, e em apenas 3 semanas" [16'10]

Einstein explica:
"Toda a medição do espaço e do tempo é subjectiva"


José diz não estar preocupado com o seu futuro político
(pois também acho que não vale a pena...)
e afirma, citando Fernando Pessoa, o que fica sempre bem e dá um certo ar...
  • «Nada temo. Como dizia Fernando Pessoa pá, "cheio de Deus não temo o que virá porque nada do que vier será maior do que a minha alma"
(Cheio de Deus, cheio de si mesmo ou será o mesmo?)

« .../...

Pôsme as mãos sobre os ombros e doirou-me

A fronte com o olhar;

E esta febre de Além, que me consome,

E este querer grandeza são seu nome

Dentro em mim a vibrar.

E eu vou, e a luz do gládio erguido dá

Em minha face calma.

Cheio de Deus, não temo o que virá,

Pois venha o que vier, nunca será

Maior do que a minha alma.»

Fernano Pessoa - MENSAGEM; AS QUINAS SEGUNDA / D. FERNANDO, INFANTE DE PORTUGAL -
_________________________________

E só mais uma que (também) não interessa nada mas estava aqui a olhar e de repente surgiu-me uma dúvida: sem piadas baixas, até porque não tenho nada com isso, Pinócrates fez ou não uma operaçãozita ao narizinho? (Aceitam-se apostas)

Não manipulei as imagens, os originais estão Aqui e Aqui


.

SÓCRATES E PINTANGORAS

José dixit:

  • “Como se diz em espanhol para dançar o tango são precisos dois. Durante muitos meses não tinha parceiro para dançar”
(«It takes two for tango» é espanhol? E eu a julgar que era inglês técnico...)

Mas a parte que me levanta as sobrancelhas foi a que José acrescentou:
  • “Felizmente houve uma mudança na oposição. Tem agora um líder que olha para a situação com responsabilidade e patriotismo*
Isto é sintomático, agora em vez de um "Tangas" temos dois

*logo, M. Ferreira Leite é irresponsável e está-se nas tintas para o país - ou então não grama tangar... É verdade, são precisos dois.


.

STEINER, FICHA TÉCNICA

ESTÁ BEM, PRONTO
ESCUSAM DE CONTINUAR A MANDAR POSTAIS
O BICHO É VIVO E ESTÁ DE BOA SAÚDE

O STEINER
FAZ AMANHÃ 7 MESINHOS

PESA 32 QUILINHOS


JÁ TEM DENTINHOS NOVOS

E NÃO TEM QUALQUER FASTIO



ESSENCIALMENTE:

INTELIGENTE
SENSÍVEL
E MUITO BRUTINHO...


PRATO FAVORITO:

JOELHO DE VACA (INTEIRO)
e tudo o que se coma

MAIOR QUALIDADE:

A MEIGUICE

A MENOS BOA...
NÃO PODES ESTAR A FALAR A SÉRIO

MOMENTOS FAVORITOS:


- QUANDO EU ACORDO

- QUANDO CHEGAMOS A CASA

- QUANDO ALGUÉM NOS VISITA

(mesmo o rapaz da telepiza)


- TENHO UM OSSO NOVO, TCHAU

- HIU-HÚ T'OU À SOLTA

OS OUTROS...

- PORCO!! VAI FAZER XIXI LÁ PARA FORA

- NÃO SALTAS P'RÁ A BANHEIRA CONNOSCO


NAMORADA FAVORITA:

DEEPY A PIRIQUITA
que o provoca temerária perante o olhar espantado de Sunny, o piriquito

ÚLTIMA DESCOBERTA:

A SEXUALIDADE

VíTIMAS:

um tigre e um bambi, em peluche, ambos com mais de 1 metro; (imagens censuradas)






ALCUNHA:

RAU-RAU, O POTE DE MEL... PEGANHENTO

'BÔRA LÁ FAZER SACRIFÍCIOS, PÁ


O corte de 5% é uma medida simbólica...

E o que toca ao Zé Povo, é simbólico? Provavelmente é porque resolver não resolve; talvez o simbolismo agrade à Europa.
Vejamos se o Orçamento para a Assembleia da República 2010 agrada ao Zé Povo

Diário da República nº 28 - 1ª Série -, de 10 de Fevereiro de 2010 -
RESOLUÇÃO da Assembleia da República nº 11/2010.

1 - Vencimento de Deputados .........................12 milhões e 349 mil Euros

2- Ajudas de Custo de Deputados........................ 2 milhões e 724 mil Euros

3 - Transportes de Deputados ........................... 3 milhões 869 mil Euros
4 - Deslocações e Estadas .................................... 2 milhões e 363 mil Euros

5 - Assistência Técnica ........................................ 2 milhões e 948 mil Euros

6 - Outros Trabalhos Especializados (???????) ......... 3 milhões e 593 mil Euros

7 - RESTAURANTE,REFEITÓRIO,CAFETARIA............. 961 mil Euros

8 - Subvenções aos Grupos Parlamentares................ 970 mil Euros
9 - Equipamento de Informática ....................... 2 milhões e 110 mil Euros

10 - Outros Investimentos (??????) ................... 2 milhões e 420 mil Euros

11 - Edificios ................................................... 2 milhões e 686 mil Euros

12 - Transfer's Diversos (????)............................ 13 milhões e 506 mil Euros
13 - Subvenção partidos representados na A.R. ......16 milhões e 977 mil Euros

14 - SUBVENÇÕES P/CAMPANHAS ELEITORAIS ...... 73 milhões e 798 mil Euros


Estas são algumas das rubricas do orçamento.

NO TOTAL a DESPESA ORÇAMENTADA para aquela casinha, relativamente ao ANO de 2010, é de:

191 405 356 , 61 Cêntimos (191 Milhões 405 mil 356 Euros e 61 cêntimos)

230 DEPUTADOS GANHAM TANTO QUANTO 44MIL ORDENADOS MÍNIMOS

Ver Folha 372 do acima identificado Diário da República nº 28 - 1ª Série -, de 10 de Fevereiro de 2010.

SEM COMENTÁRIOS

.

SE A HISTÓRIA É CÍCLICA...

"Se estamos mesmo destinados a seguir as pisadas dos gregos, então comecemos por dar a cicuta a Sócrates."


.

SIMBOLOGIAS


Corte de 5% dos salários dos políticos e gestores públicos,

que o primeiro-ministro desvalorizaria, chamando-lhe medida «simbólica» e sem impacto financeiro.- in Sol - 14/05/2010

É preciso ter lata! Mas ele tem.



"Cortes de 5% nos salários dos funcionários públicos e 15% no caso dos governantes, eliminação de benefícios sociais e recuo nos grandes investimentos públicos. É com estas medidas que o Governo espanhol conta reduzir drasticamente o défice público"
in DN - 13/05/2010

Zapatero ganha a Sócrates por 2/3 - não são maneiras de agradecer pelo TGV, é simbolicamente feio


E por falar em TGV...

Fizeste bem Toino, a tua atitude é simbólica mas eles que aprendam a reunir-se sem ti - bem... eles reunir, reúnem-se mas não é a mesma coisa.
(Parece que o pessoal de Poceirão - localidade importantíssima do território continental português - esteve o tempo todo a trocar piadas sobre lisboetas com o pessoal de Vilar de Maçada - berço de portugueses como ainda estão para nascer outros)

O Toino tem razão porque o centro da civilização nacional poderá deixar o Concelho Municipal de Lisboa e deslocar-se para Poceirão, nem que seja apenas simbolicamente, terra promissora e localizada perto de diversas áreas naturais de ambiente protegido, propensas à construção de diversos centros comerciais, parques industriais, etc.
E depois quem é que paga os cartazes do clube do Toino? Ah pois...


"O Governo vai anular o concurso para a terceira travessia sobre o Tejo, disse hoje à Lusa o secretário de Estado dos Transportes, que espera lançar um novo concurso dentro de seis meses."
Logo é uma anulação simbólica, parece que este concurso não tinha os concorrentes certos, quero dizer, tinham incertezas...


Reavaliação poderá atrasar ligação do TGV a Lisboa até 2015

Três alternativas para ligar o TGV desde o Poceirão até Lisboa

in Público / Lusa - 14/05/2010

Deixem lá as pontes, as ligações, as compatibilidades dos carris e outros pormenores mas, por favor, não deixem de apostar no TGV que é tão giro, é um verdadeiro símbolo da modernidade pós-socrática



Vai mais uma?

Sócrates satisfeito com crescimento no primeiro trimestre
"Portugal registou o maior crescimento económico da Europa no primeiro trimestre deste ano", afirmou o primeiro-ministro, sublinhando que a economia continua a recuperar.- in ExameExpresso - 13/05/2010

Está bem, é um crescimento simbólico, mas está lá...

É verdade, José falou verdade quando disse que ainda estava para nascer um tipo assim tão bom.

.

CORTESIAS

Conhecem aquela sensação que se poderá descrever como "HÁ COISAS QUE SÓ ME ACONTECEM A MIM"?
Sei que não corresponde à realidade mas a sensação é essa.


(Agora que já tenho internet e tudo e tudo) Vou contar-vos.


Pouco antes das quatro horas da tarde, ia eu buscar o infante à escola muito pacificamente e a uma velocidade perfeitamente normal, quase dentro dos limites legais, quando deparo com um Opel Corsa na minha frente conduzido por um homem que gesticulava animalesticamente e com uma mulher ao lado que ia, literalmente, aos pulos. O carro ziguezaguiava um pouco, nada demais, curvinhas que se deviam obviamente aos movimentos do condutor que iria muito mais preocupado com a discussão que decorria dentro do carro do que com o volante. Não pensava no volante nem tão pouco no acelerador, seguia entre os 20 e os 30 Km/h.

Quando cheguei, finalmente, à rotunda dei uma pisadela no acelerador, ultrapassei-o sem dramas e saí pela primeira à direita. E ele também... tendo-se lembrado de repente de que também era proprietário de um acelerador. Vvrruuuummmm!

Parei na passagem de peões e apercebi-me de que o homem continuava a gesticular com movimentos amplos e pouco graciosos... Ah mas agora comigo!
Quase atropelando uma dama lá arrancou primeiro do que eu.

Quis a sorte que nos encontrássemos de novo no semáforo pouco adiante. O homem continuava a gesticular e a berrar perante as visíveis trombas da matrona a seu lado. Berrava com ela e comigo como se assistisse a um jogo de ping-pong - esquerda, direita, esquerda, direita.
Não me contive; abri a janela e perguntei-lhe:

-"Perturbei-o?". O homem virou bicho...

Aparentemente à beira de um enfarte berrou-me:
- "Lá porque tens um jipe grande julgas que tens de andar à frente de toda a gente, é?" E blá-blá-bla que já nem ouvi.

Com um ar de psicóloga budista, mas muito entendida, diagnostiquei-o em alto e bom som:
- "Ora então temos problemas de pila, não é verdade?".

Já nem tive oportunidade de ouvir a seguinte opinião do marmanjo, a matrona do lado adiantou-se e vociferou qual Valquíria vingada:
- "Hããã, pois tem, de pila e de tomates".

Arranquei rapidamente... antes de me escaqueirar às gargalhadas até às lágrimas.

Coitado do homem, o dia não estava a correr-lhe nada bem, nada mesmo.

.

TEIMOSA, SIM, FELIZMENTE.

Estou convicta de que a saga chegou ao fim; a história de amor e ódio entre o meu portátil e eu.


Admito que na semana passada dei umas voltas virtuais para ver o que havia por aí à venda de portáteis que me pudessem interessar. O meu não é exactamente um "dernier cri", embora me chegue e sobre, e pronto, teria chegado a altura de inaugurar a versão "flying noteboock" com um final feliz ao melhor estilo "crash landing".


Depois veio-me aquela onda de teimosia que desce por mim acima e sobe por mim abaixo e proferi a frase fatal: "macacos me mordam se não vou pôr este tipo a funcionar como novo". Oh não, já uma vez perdi uma aposta destas com um Pentium II que mais parecia uma "Dª. Elvira".

Após a busca das drives para um hardware mutilado, a dança dos CD's de instalação, as experiências mais ajustadas e desajustadas, vários whiskys muito inspiradores e muitas horas de obstinação heis-me aqui a comemorar com um "post" escrito na denguice do meu sofá com vista para a sala, para a criança, para o cão, etc. E mais importante ainda, sem aquele sofrimento de não querer empestar de fumo a zona dos quartos se fosse utilizar os Descktop.

E já posso comprar os bilhetes para os espectáculos, ir ao super-mercado, visitar o Louvre, ler e-mails, consultar o dicionário e a enciclopédia, copiar imagens dos desenhos animados, ler as notícias que quero, inspirar-me em receitas de cozinha e surfar, surfar, surfar os altos e baixos mais longínquos da WWW. Até posso trabalhar, se me der para isso.

Valeu!
Olá a todos.


.

CMLSLB ou SCMBL

O BENFICA GANHOU O CAMPEONATO DE FUTEBOL
OK, FICOU MUITA GENTE CONTENTE, OUTROS NEM POR ISSO.

O PRESIDENTE DA CML FICOU CONTENTE. O TONI É DO BENFICA
OK, É LÁ COM ELE

O PRESIDENTE DA CML QUIS RECEBER A EQUIPA VENCEDORA
POIS QUE RECEBA, QUE PEÇA AUTÓGRAFOS AOS SEUS ÍDOLOS, QUE TENHAM MUITAS CONVERSAS INTERESSANTES

MAS ALGUÉM ME SABERÁ EXPLICAR POR QUE RAIO É QUE DOU COMIGO PARADA NUM SEMÁFORO A OLHAR PARA UM '' OUTDOOR'' DA JCDECAUX COM UM CATRAPÁZIO DA CML A SAUDAR O VITORIOSO SLB?

NÃO É LÁ POR SER O SLB OU NÃO; FORA O SPORTING OU O BELENENSES CONTINUARIA A ACHAR QUE OS CONTRIBUINTES LISBOETAS NÃO PAGAM PARA ESTAS MARMELADAS, OU POR OUTRA, NÃO DEVERIAM PAGAR.

QUEM PAGA OS CARTAZES, DA MAQUETA AO PAPEL, PASSANDO PELO QUE VAI NO MEIO?
QUEM PAGA OS SUPORTES PUBLICITÁRIOS DA JCDECAUX ?

LISBOETA TEM DE SER SLB E PORTUENSE TEM DE SER FCP, É?

E NÃO ME VENHAM CÁ COM HISTÓRIAS... COM A RAPIDEZ COM QUE OS CARTAZES APARECERAM É CERTINHO QUE ESTAVA TUDO ENCOMENDADO, MAQUETADO, NO PRELO... PARA JÁ NÃO DIZER QUE ESTAVAM IMPRESSOS.

POR ACASO ATÉ GOSTAVA DE SABER O QUE É QUE O TONI DO SLB FAZIA A TANTO PAPEL SE O SPORTING DE BRAGA TIVESSE VENCIDO ESTE ANO, AH POIS QUE GOSTAVA.
EU TENHO CÁ UMA IDEIA DO QUE ELE PODERIA FAZER MAS NÃO DIGO, ACHO QUE VOCÊS ENTENDEM.

EU QUERO UM DESCONTO NA BRUTALIDADE QUE PAGO EM CONTRIBUIÇÕES AUTÁRQUICAS. JÁ!
OU HÁ MORALIDADE OU... POIS, OU NÃO HÁ.

LÁ VAI UMA, LÁ VÃO DUAS...


"Segundo fontes envolvidas na concepção do Programa de Estabilidade e Crescimento (PEC), o governo está a trabalhar num cenário central em que exclui subidas de impostos para baixar o défice dos cerca de 9% actuais para 3% do produto interno bruto (PIB) em 2013.
O Ministério das Finanças não comenta, apenas diz que o PEC "será apresentado em momento oportuno". "
in I on line, 24/02/2010

(O Teixeira esteve bem, de facto fez o anúncio em momento oportuno...)
___________________________________________

"O Governo vai concentrar-se na redução da despesa do Estado, tarefa que é provavelmente a mais difícil e exigente. Mais fácil seria aumentar impostos, mas isso prejudicaria a nossa economia", disse.
José Sócrates ao DN-Economia, 8/03/2010
____________________________________

Para José Sócrates, "O caminho mais fácil seria aumentar os impostos, mas é preciso que os portugueses tenham consciência que o sistema que o país tinha beneficiava aqueles que possuíam rendimentos mais elevados, porque esses poderiam beneficiar das deduções fiscais mais do que com os outros".

"É com isso que queremos acabar e isso não significa aumento de impostos. Isso significa reduzir a despesa fiscal e tornar mais justo o sistema fiscal português", advogou.
in "Expresso" 08/03/2010
______________________________________

"Compreendo que os outros partidos pensem de forma diferente, mas aquilo que propusemos no PEC está escrito no nosso Programa de Governo, sempre esteve anunciado nas nossas intenções ao longo de toda a campanha eleitoral e visa mais uma vez dar mais justiça ao nosso sistema fiscal", declarou o Chefe do Governo.

Quem vai ser afectado pela redução de benefícios fiscais são "alguns portugueses que têm elevados rendimentos e que tinham possibilidade de deduzir nos seus impostos o colégio dos filhos ou operações que fazem nos hospitais privados, e que agora vão ter uma limitação nos seus benefícios fiscais", acrescenta.

Mais uma vez, o primeiro-ministro garantiu que o PEC não prevê o aumento dos impostos
Debate RTP Sócrates/Louçã, Setembro 2009 / Expresso TV
____________________________________________

O primeiro-ministro, José Sócrates, afirmou hoje que não haverá qualquer aumento de impostos em Portugal, frisando que a proposta do Governo de Orçamento do Estado para 2010 terá como prioridades o emprego e o crescimento económico.
“A principal preocupação da política económica do Governo é a recuperação económica e o emprego. Nesse sentido, não é compaginável com esses dois objectivos um aumento de impostos”, declarou o primeiro-ministro.

Fonte do executivo observou à agência Lusa que o programa do Governo afasta qualquer aumento de impostos até ao final da legislatura, em 2013.
in I on line/Lusa - 24/11/2009
.

NÃO SEI QUE DIGA, NÃO SEI QUE FAÇA, NÃO SEI QUE PENSE



Da semana passada até ontem fui do Rio Ave, desde pequenina, pois, já tinha dito.
Esta semana sou do Sporting de Braga, desde que nasci.
Foi por pouco... Bem merecia.
Depois volto ao meu Sporting, de Portugal, por amor e sem qualquer interesseirismo

Parabéns aos benfiquistas.

Lá se safaram depois de muita unhita roidinha, heim
Todos os diabos têm sorte.
Pronto, está bem, gozem lá a taça.

E ia eu no carro, às oito da manhã, cumprindo o penoso dever de levar o meu infante à escola, quando fui forçada a acordar, o "acordar" propriamente dito, com os olhinhos a abrirem-se arregalados:
O sr. ministro das finanças "considera a hipótese " de subir os impostos. Mas só se tiver de ser... Sim filho.

Sobre os salários (45% de IRS!!! Quanto para IRC???) , o I.V.A. e até talvez uma taxa sobre o 13º mês. Tudo incentivos aos agentes económicos que já andam cheios de vontade, e possibilidades, de investir. Do povinho nem vale a pena falar, se não tiverem pão que comam bolos.

Curiosamente a Bolsa de Lisboa teve uma flechada ascendente como há muito não se via, a apontar quase aos 10 pontos, com a banca à frente empunhando o estandarte dos maiores lucros ( e estranhamente as acções do Benfica caíram 9 pontos, vá-se lá entender).

Resta-me acrescentar que o sr. ministro das finanças achou por bem fazer o anúncio das suas intenções bem de mansinho, rondando as 2 horas da manhã, hora a que muito povo voltava cansado da festa que tanta alegria lhe deu e outros roncavam já preparando-se para uma manhã futebolística no emprego, nos cafés, nos jornais e na restante comunicação social.
Hoje só se fala do jogo, do grande jogo, do campeão. Mai-nada.

"O ministro explicou que «já há um conjunto significativo de medidas que foram adiantadas ao que estava anteriormente previsto», e que agora Lisboa iria «concerteza adoptar medidas adicionais»." in "Sol"

Ó Teixeira, bem jogado, g´anda golaço.

Uma coisa é verdade, a malta merece, ó se merece.

A malta provou ontem à noite que, quando lhe toca no sentimento, ainda tem garra para sair à rua e berrar a plenos pulmões, encher praças e avenidas, fazer buzinões e deitar foguetes.

Perante isto não sei que diga, não sei que faça, não sei que pense...

Se a malta não se junta, não berra, não mostra a garra é porque não lhe toca.
Aumentem-se os impostos, desde que haja festa no futebol ´tá tudo numa nice.
Vem aí o Campeonato do Mundo... ´Borá-í, toca a legislar e a assinar TGV´s enquanto a Nossa Selecção não regressa da África do Sul. Todos os diabos têm sorte.


.