.

.
.
.
.
.

COISA QUE NÃO FEZ

Uma verdade inconveniente
 para quem já batia palmas de contentamento


E pergunto agora:

Fonte anónima acusa criminalmente um cidadão, que até é primeiro ministro... Não há investigação?

É legal fazer denuncias anónimas. Também é legal lesar e denegrir o bom nome de um cidadão, que até é primeiro ministro?

Porque não exigiu a Assembleia da República o esclarecimento público das acusações, não anónimas, processos e escutas de que foi alvo o anterior primeiro ministro? Eu continuo expectante.

Tendo existido de facto, como tudo leva a crer que sim, uma passagem de informações das Finanças a jornalistas, sobre declarações de rendimentos de um cidadão, que até é primeiro ministro, por que nenhum deputado se insurgiu exigindo o esclarecimento dessa violação de privacidade por parte do Estado?

Já estão todos esclarecidos ou querem com mais molho?

Sem comentários: