.

.
.
.
.
.

SOS em VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

Esta conversa telefónica está a circular por aí, não sei se é real ou uma acção de marketing anti-violência doméstica, o que, para o caso, é completamente indiferente.
Apenas uma ressalva: os agressores também navegam pela net... também podem aperceber-se de que uma "encomenda de pizza" no calor de uma discussão ou coisa pior não virá muito a propósito...
Quem viva situações de violência doméstica deve ter nos rascunhos das mensagens de télémóvel uma mensagem codificada, e previamente combinada com alguém confiável, para enviar numa situação de emergência para que essa pessoa possa ligar à polícia.
                                   _______________________________________
"Parecia uma brincadeira, mas a única solução que esta mulher, vítima de violência doméstica arranjou foi ligar para a polícia e pedir uma pizza.
Ela ligou para o 911, serviço de emergência nos Estados Unidos, e pediu uma pizza. Felizmente do outro lado encontrou alguém que se preocupou e conseguiu entender o problema ..."

“- 911, qual é a emergência?
 - Rua Maine, 123
- Ok, o que está acontecendo aí?
 - Eu gostaria de pedir uma pizza 
- A senhora ligou para o serviço de emergência
 - Sim, eu sei. Quero uma pizza grande, meia pepperoni, meia cogumelos com pimentão
 - Mmmm, desculpe, sabe que ligou para o 911, certo?
 - Sim, sabe quanto tempo vai demorar?
 - Ok, está tudo bem aí? A senhora está em emergência?
 - Sim, estou
 - E não pode falar porque tem alguém ao seu lado?
- Correcto, sabe quanto tempo vai demorar?
 - Tenho um policia há cerca de dois quilômetros da sua casa. Há alguma arma na casa?
 - Não, até logo, obrigada”.

Sem comentários: