.

.
.
.
.
.

URGENTE!!! REFERENDO AO ACORDO ORTOGRÁFICO

O referendo, segundo a Constituição (artigo 115.º - 2), pode resultar de iniciativa de cidadãos dirigida à Assembleia da República sendo para tal necessárias 75.000 assinaturas.


Quem é contra o "Acordo Ortográfico" mas ainda não assinou esta iniciativa terá tantas "culpas no cartório" quantas as que carregam aqueles que o promulgaram.

A implementação do "Acordo" foi, a meu ver, abusiva, prepotente, mas o facto é que foi implantado. Ponto. 
Aqueles que não aceitam esta situação têm obrigação, cívica e moral, de se manifestarem utilizando para tal os meios legais à sua disposição. Não utilizar as regras ortográficas estipuladas no "Acordo" pode ser muito positivo mas não resolve nada. As crianças continuam ser ser ensinadas a ler e a escrever ao abrigo daquela aberração, todos continuaremos a ler, das legendas aos clássicos da literatura portuguesa, nesse "acordês" absurdo  e grave. Dentro de poucos anos todos os portugueses terão esquecido as raízes etimológicas da sua língua. 

Se é uma questão de "deixar para depois" ou de "haverá quem assine"  saiba-se que o prazo de entrega das 75 mil assinaturas necessárias  para que seja debatida a realização de um referendo durante a próxima legislatura da Assembleia da República termina em Novembro.
Neste momento, e apesar do escandaloso número de pessoas que se manifestam contra, apenas 10 mil portugueses assinaram. Que povo estranho e atarefado o nosso...

Ainda há tempo? E  por que não já? O que mais é necessário para tomar uma atitude que terá repercussões no futuro da nossa língua, na educação dos nossos filhos e, a meu ver, até na nossa dignidade enquanto portugueses.

Por tudo isto, pela vossa rica saúde. mexam-se,

Não custa nada.
Deixo o LINK - https://referendoao90.files.wordpress.com/2015/07/folha-de-assinaturas-vertical.pdf
para a impressão de uma página de recolha de assinaturas (obviamente não é necessário que seja integralmente preenchida)
Contém a morada de envio e, em alternativa, o e-mail de envio, bastando para tal fazer um "scanning" da folha assinada.
Contém também a lista dos mandatários da iniciativa e a legislação aplicável.

RTP Notícias

.

Sem comentários: