.

.
.
.
.
.

QUE PINTAROLA!

Ontem, domingo, houve um incêndio que parou por completo o trânsito na A1- Porto/Lisboa durante cinco horas.
Ontem, domingo, as temperaturas variaram pelo país mas situavam-se acima dos 35ºC; dentro de um carro ao Sol estariam por certo bem acima disso.

A Lucinda Borges e o Paulo Pereira, um casal de Avanca, perto de Estarreja,
contam:
- "Estávamos em casa e, como moramos perto da autoestrada, vimos que estava uma grande confusão. Pensámos que era um acidente e fomos tentar ajudar. Assim que chegámos ao local vimos crianças, idosos e grávidas e não hesitámos em ajudar. Aquele cenário mexeu com os dois"  
A Lucinda e o Paulo distribuíram gratuitamente pelas pessoas que estavam presas no trânsito mais de mil litros de àgua compraram do seu bolso




Disse a Lucinda:
"As pessoas estavam desesperadas pela falta de ajuda e estranharam que duas pessoas aparecessem com água".
"O maior agradecimento que podemos ter foi a sensação de bem-estar por poder ajudar todas aquelas pessoas. Se morresse agora, ficava satisfeita pela ajuda que dei. Estava a ser um domingo normal e terminou desta forma. Nunca vou esquecer"

As pessoas que foram ajudadas também não irão esquecer.
Aliás, seria bom que qualquer  pessoa que tome conhecimento desta história de um domingo quente não a esquecesse, quanto mais não fosse, para ter presente que muitas vezes - nem sempre mas muitas vezes - temos a possibilidade fazer muito mais do que olhar e lamentar.

Lucinda e Paulo, que pintarola de gente!

.

Sem comentários: