.

.
.
.
.
.

IN MEMORIAM - STEINER

Aos amigos do Steiner, que são muitos

O Steiner deixou-nos hoje; partiu em paz.
Partiu talvez prematuramente, como quase todos os cães: vivem tão pouco se considerarmos a desmesurada capacidade de amar que possuem.
Era assim o Steiner, desmesuradamente bom, amável, carinhoso.





Sem comentários: