.

.
.
.
.
.

Os combustíveis aumentam, vergonhosamente
A comida aumenta, preocupantemente
O Sócrates mantém-se, impunemente





Na China espera-se pelos filhos, pelos pais, pelos amigos e vizinhos
Espera-se que sejam desenterrados… Vivos?
E agora já não há espera, só perda e dor
“Ficar sem nada” tem uma dimensão desumanamente real



Burma tornou-se num verdadeiro cenário dantesco
Destruição, fome, doença, dor…
O indescritível, o inimaginável
E ainda a prepotência de quem acredita que tem o direito de recusar a entrada de ajuda humanitária nos terrenos do inferno.


E isto são apenas as “notícias de abertura”, as de “primeira página”…
Não tenho escrito nada no Blog… Pois não, não me apetece
Estou deprimida

1 comentário:

Emiele disse...

Quando as notícias são deste calibre uma pessoa fica mesmo sem palavras.
É o horror.