.

.
.
.
.
.

MICROFONES HÁ MUITOS, SEUS PALERMAS!

«Ontem a CMTV passou uma reportagem feita com pai do Cristiano, que já faleceu, onde o senhor estava visívelmente embriagado, falando dos problemas que causou à família.
Qual o interesse público disto, nesta altura? 
Que motivos levam um órgão de comunicação social a trazer coisas antigas à baila, numa altura em que o Capitão da nossa Selecção está mais fragilizado mentalmente, porque é sobre ele, quer ele queira quer não, que cai a responsabilidade de decidir? 
Qual o interesse público dessa reportagem? Nenhum. 
Por isso é que o CM e a CMTV são tão mal vistos. E por isso é que mereceram o que tiveram»
Luciana Robalo




O repórter classificou o comportamento de Ronaldo como "inaceitável"...
Teve sorte, Ronaldo é um tipo calmo.
Os repórteres sabiam que podiam gravar e transmitir imagens mas não estavam autorizados a fazer perguntas. Azar, este teve a "resposta" que mereceu.
Inaceitáveis são as palavras que se têm ouvido na comunicação social nestes últimos dias, não valem um calcanhar de Ronaldo.

Sem comentários: