.

.
.
.
.
.

DO CORTE DE CABELO AO CORTE DA ALMA

Já tinha lido aí pela "net" mas não acreditei, achei que era mais uma invenção dos internautas que gostam de se comportar como o Astérix num acampamento romano: envolve tudo na confusão e vai embora assobiando.

«Norte-coreanos obrigados a cortar o cabelo como Kim Jong-un»»

«Os homens norte-coreanos terão de ter o penteado igual ao do líder, de acordo com uma directiva que entrou em vigor em Pyongyang há 15 dias e que se estende agora a todo o país, revelam os media locais.»
QUÊ?
Mas isto é a sério? É mesmo verdade?
Pois parece que sim...

Primeiro apareceram os "cortes permitidos" para homens e mulheres, 10 para eles e 18 para elas, escolha não falta...


Depois eram os jovens que queriam ter o mesmo corte de cabelo do Grande Líder por uma questão de moda, diziam...

Afinal parece que o Grande Líder quer mesmo rever-se em cada um dos seus cidadãos, literalmente
«A notícia é avançada pelo The Korea Times, que cita a Radio Free Asia. "O corte de cabelo do nosso líder é muito próprio, não assenta bem a qualquer um dado que todos têm caras e cabeças de formas diferentes", disse uma fonte.»    SIC Notícias, 26-03-2014 

Enquanto este tarado serve o tio "traidor" (?) a comer aos desgraçados dos cães a coisa está ao nível do sociopata assassino, com mais poder do que o habitual, e não reporta nada de extraordinário; agora esta... Ninguém morre por um corte de cabelo, é verdade, mas a desindividualização/personificação também mata, com morte lenta, pessoal, social e cultural.
Kim Jong-un  consegue fazê-lo com o maior  à-vontade, em grande escala e quotidianamente.
Mas não há quem mate este gajo?

O vídeo abaixo - No Comment TV/ Euronews - foi transmitido há poucos dias por ocasião das "eleições" na Coreia do Norte. Queiram apreciar, em particular os militares dançantes... Não entendo.

Sem comentários: