.

.
.
.
.
.

O Mundo Infestado de Desavergonhados


"Uma das lições mais tristes da história é a seguinte: Se formos enganados durante muito tempo, temos tendência a rejeitar qualquer prova de fraude. Deixamos de estar interessados em descobrir a verdade. A fraude apanhou-nos. É demasiado doloroso reconhecer, nem que seja para nós mesmos , que fomos levados à certa. Uma vez que damos a um charlatão poder sobre nós mesmos, quase nunca o recuperamos. Por conseguinte, as velhas fraudes têm tendência a persistir, ao mesmo tempo que surgem outras novas."

Carl Sagan, in "O Mundo Infestado de Demónios"



<<<<<<<<<<<<<<<0>>>>>>>>>>>>>>>>>>


Hoje de manhã fiz o meu intervalito para o café e fui ver os e-mails.
Abri o meu horóscopo-frase do dia (pois cada um tem a sua pancada, eu tenho várias, mas não se preocupem, só acredito nas profecias quando são positivas) e dizia literalmente assim:

"Prepare-se para surpresas".

Franzi o nariz sem saber se devia ou não acreditar: "surpresas" pode ser bom ou mau... Depois pensei melhor e achei que "surpresas" é bom, se for mau é "contratempo"(não me contrariem, em linguagem oracular é assim e pronto).

Logo de seguida, eram 11h e um quarto, chegou um e-mail do meu Amigo João que trazia "uma interpretação integral da magnífica Marcha da Mocidade Portuguesa" acompanhando uma série de slides da Mocidade Portuguesa Feminina encabeçados com o bonito título: "O que nós queremos que as nossas raparigas sejam".
Nesse momento compreendi a acepção da frase do meu horóscopo... Julgava eu...
Até abrir o e-mail seguinte.

A minha Amiga Sandra reencaminhou-me ontem um e-mail, que não abri por falta de tempo, pelo menos era o que eu pensava; mas não... Não o abri porque estava "guardado" para o "dia das surpresas", já marcado nos céus estrelados.
Fiquei com os olhos arregalados e a boca aberta de espanto. Mas o que é isto, balbuciava eu repetidamente.

Bem, meus amigos, não dá para contar, só vendo.

Que há ladrões, corruptos, negociatas à pala do povo, etc., etc., etc., já todos sabemos, não surpreende seja quem for, nem sequer o ceguinho que toca acordeão na Rua Augusta. Agora assim... Tão, tão à descarada, com registo nas Contas Públicas e para toda a gente ver... Sempre ouvi dizer que vergonha não é roubar, mas sim roubar e ser apanhado. Estes nem sequer foram, são, ou serão apanhados. Está tudo ali, preto no branco, para quem quiser ver. E qual é o problema? Pois nenhum. Que mal tem? Essa agora, nem é segredo...


MAS QUE MERDA É ESTA?

UM AUTOCARRO DE 16 LUGARES PARA TRANSPORTE DE CRIANÇAS EM VALE DE CAMBRA: 2.922.000,00 € (Sim, dois milhões novecentos e vinte e dois mil euros: podiam ter arredondado para 3milhões de euros, mas se calhar não dava certo para dividir as comissões)

O REGISTO DESAPARECEU HOJE COMO POR MILAGRE


ARS ALENTEJO/ÉVORA -
14 MÓDULOS DE 3 CADEIRAS EM VIGA E 10 MÓDULOS DE 2 CADEIRAS EM VIGA: 375.600,00 Euros
( ou seja 62 cadeiras EM VIGA a 6.058,00 Euros - 1200 E TAL CONTOS - cada uma)

Data de registo: 05-12-2008 0:00:00
Identificação de anúncio(se aplicável):
Listagem de entidades adjudicantes
NIF
503148768
Nome entidade adjudicante: Administração Regional de Saúde do Alentejo
Listagem de entidades adjudicatárias
NIF
175152802 Nome entidade adjudiatária: João Severo
Objecto do contrato(descrição sumária): Aquisição de 14 módulos de 3 cadeiras em viga e 10 módulos de 2 cadeiras em viga
Preço do contrato (Euro): 375.600,00 €
Prazo de execução (dias): 20
Local de execução: Évora

http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjusteDirecto=10663


FACULDADE DE LETRAS DE LISBOA -
9072 ROLOS DE PAPEL HIGIÉNICO: 5.806,08 Euros
Pelas contas do autor do e-mail, consultados os preços de papel higiénico, folha dupla, no hipermercado Jumbo,sem contratos de fornecedor de grandes quantidades, o custo dos mesmos 9072 rolos seria de 1.451 Euros. Menos 4.355 euros !!!!
Este contrato tem uma adjudicação de 120 dias a 1 só fornecedor.
Já em Bragança, Serviços de Acção Social do Instituto politécnico de Bragança, uma adjudicação para 365 dias, data de contratação 13-01-2009, que contempla 8 diferentes fornecedores de Produtos de Higiene e Limpeza tem um custo de 18.000,00 €.
Há coisas fantásticas, não há? Claro que viver em Bragança é muito mais barato...

Data de registo: 26-09-2008 0:00:00
Identificação de anúncio(se aplicável):
Listagem de entidades adjudicantes
NIF
502657456 Nome entidade adjudicante: Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa
Listagem de entidades adjudicatárias
NIF
502729252 Nome entidade adjudiatária: Mundisan – Papéis e Produtos de Higiene, Lda.
Objecto do contrato(descrição sumária): Fornecimento de 9072 rolos de papel higiénico folha dupla tipo jumbo, para utilização interna dos Serviços da Faculdade
Preço do contrato (Euro): 5.806,08 €
Prazo de execução (dias): 120
Local de execução: Lisboa

http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjusteDirecto=1297

CÂMARA MUNICIPAL DE SINES - ALUGUER DE TENDA - 1.236.500,00 €

Data de registo: 19-11-2008 0:00:00
Identificação de anúncio(se aplicável):
Listagem de entidades adjudicantes
NIF:502563010 Nome entidade adjudicante:
Câmara Municipal de Sines
Listagem de entidades adjudicatárias
NIF:503841285 Nome entidade adjudiatária:
Alentexpo – Organização e Montagem de Feiras e Exposições, Lda
Objecto do contrato(descrição sumária): Aluguer de tenda para inauguração do Museu do Castelo de Sines
Preço do contrato (Euro): 1.236.500,00 €
Prazo de execução (dias): 40
Local de execução: Sines
http://www.base.gov.pt/_layouts/ccp/AjusteDirecto/Detail.aspx?idAjusteDirecto=6875



E continua a farra. O conteúdo total do e-mail que recebi , e respectivas hiperligações às contas, encontra-se publicado no Blog OS VELHOS DOS MARRETAS - post de terça-feira, 13 de Janeiro 2009
http://osvelhotesdosmarretas.com/2009/01/desajustes-directos-em-portugal.html

Também vale a pena dar uma olhadela no artigo publicado no Público.PT, ontem, que começa assim:

16.01.2009, José António Cerejo
"Base de dados dos ajustes directos criada pelo Governo está cheia de problemas e não permite fazer pesquisas. Uma associação privada resolveu a questão e criou um portal alternativo. Conhecer e escrutinar as compras por ajuste directo de toda e qualquer entidade pública passou a estar, desde terça-feira, ao alcance de todos os cidadãos. Este passo de gigante na transparência da administração pública não resulta directamente de uma medida do Estado, mas da iniciativa da Associação Nacional para o Software Livre."

Ahhh, mas este site criado pela ANSOL, o http://transparencia-pt.org/, de repente, NÃO ABRE. E não só não abre como até já tem uma mensagem escrita a dizer por que não abre:


"Estamos com dificuldades no serviço devido ao elevado volume de acessos, e por isso mudamos para um novo servidor. Se está a ver esta página, é porque o seu provedor de DNS (o seu ISP, normalmente) ainda não a actualizou. Se for esse o caso pode configurar o seu ficheiro de hosts local para que transparencia-pt.org seja o IP 81.92.212.13. Provavelmente http://www.transparencia-pt.org/ funcionará, tudo depende da resolução mas como este é o endereço secundário é menos provável que esteja na cache de DNS. "

Pois sim, mas não abre. Nem com configuração de host nem sem ela. NÃO ABRE. E mais, o Portal Oficial abre: http://www.base.gov.pt/Paginas/Default.aspx

mas desapareceram uma série de registos que estavam "on-line". Basta clicar alguns dos links que aparecem no Blog que acima refiro para encontrar alguns registos em branco.


E pronto não digo mais nada. Não há mais nada a dizer. Esta falcatruagem toda é feita com o nosso dinheiro, nosso dos portugueses, sacado dos impostos brutais que pagamos de IRS, IRC, de IVA de cada caganito que compramos, do arroz ao livro de escola, passando pela gasolina e pelo medicamento, a cada litro de ar que respiramos e a cada manhã que nos custa a levantar para ir trabalhar.

Não digo mais nada porque já me conheço e acabo a vociferar palavriado muito impróprio. Isto não é um Estado de Direito, é um Estado de Sítio. Este país é um sítio. Estamos sitiados por canalhas.


Um fim de semana descansado.

3 comentários:

Anónimo disse...

Isto é o dia a dia da gestão do governo central e local! Desgraçado de quem tentar combater as negociatas. O governo faz nova legislação para supostamente existir mais rigor, transparência, blá, blá, mas a nomeação dos gestores passa pela sua capacida de participar nas negociatas de forma "legal". Este gestores conseguem sempre que algum funcionário ou chefia intermedia assine a papelada, não vá o processso algum dia ser auditado. Os melhores gestores tèm como prémio serem promovidos a secretário de estado, ministro e por último gestor de uma EPE. Esta corrupção e compadrio engloba as entidades que devem auditar as restantes. Não sei como se rompe com esta podridão. TODOS os governos fazem o mesmo.
N

Alex disse...

Eu já nem me pasmo com a corrupção, existe e vivemos com ela. Como diz o Carl Sagan aí acima: "as velhas fraudes têm tendência a persistir, ao mesmo tempo que surgem outras novas."
O que me pasma é ver estas coisas publicadas em suporte oficial como se fossem a coisa mais natural do mundo - e, consequentemente, acabam "tornando-se" muito naturais. Pronto, é assim. Essa é a parte que não aguento.

N.Phillips disse...

Ouve lá, Alex, tu sabes a marca do autocarro de 16 lugares? É que depende da marca...
Isto seria escandaloso em qualquer parte do mundo mas num país onde não se fazem reformas elementares por falta de dinheiros públicos, já estou como tu dizes, é melhor calar-me para não baixar o nivel do palavriado.