.

.
.
.
.
.

NÃO, AINDA NÃO...



Não, ainda não emigrei, embora a vontade seja bastante e crescente.

Nós por cá todos bem esperando que esta vos vá encontrar felizes e de boa saúde.

Por aqui passaram umas gripezecas sem H´, nem N´s , nem 1´s mas com muitos "Mamã tenho frio, Mamã tenho calor, Mamã preciso de água, Mamã preciso do urso, Mamã onde está o Homem-aranha?, Mamã por que estás tão cansada...?" - Ora vá lá saber-se...

Logo em seguida entramos na fase da Árvore de Natal, das luzinhas todas emaranhadas (desconfio que fazem grandes bacanais na arrecadação durante o resto do ano), dos caixotes de enfeites espalhados pela sala, dos pindricalhos que se multiplicam por tudo quanto é sítio, do caos instaurado e da conquista do espaço para qualquer actividade extra pré-natalícia ( como conseguir um espaço decente e limpo de pó de "neve" química para comer uma refeição civilizada). E depois há aquela parte : " Mãe, esta bola fica bem aqui?" , "Podemos pendurar a rena de peluche na janela?" (cruzes...) "E se acendermos velas na prateleira do presépio?" (Olha a sala TODA iluminada...)

Terminada esta canseira tive direito ao espectáculo das crianças no Pavilhão Atlântico com alturas de som dignas da mais louca "rave" numa ilha deserta e os petizes a gritarem TODOS: Ooollllááá´... Oooovelha Chóóónnnééé!

Quando terminarem as festas acho que vou estar viciada em analgésicos, mas até lá meus, tem sido uma curte, uma trip pelo envolvente mundo pré natalício, muita-fixe!

Postos os "considerandos" e passando de imediato aos "finalmentes" espero ansiosamente pelo início das férias de Natal - da criança, que pelas minhas bem posso esperar sentada... - para poder ficar uns diazitos na cama até mais tarde a maldizer o frio e a chuva que tanto me molestam a paciência.

Vim aqui, assim de fugida, dar sinal de vida, ou semi- vida, e desejar-vos umas festas felizes e um Natal iluminado e carinhoso que nos ajude a relegar para um plano mais longínquo a loucura do dia a dia.

Recomendações a todos de que se portem bem; já sabem, o Pai Natal sabe de tudo, mesmo das maldades que alguns teimam em dizer que não fizeram, não sabem, não viram... HO-HO-HO!
Até breve




.

Sem comentários: