.

.
.
.
.
.

DESENGANEM-SE

Desenganem-se, hoje não vou falar de José

(Eu não vou falar mas o "31 da Armada" dá uma dica utilíssima e com muita graça)

Apesar das notícias do "Público", que depois ecoaram por tudo o que foi jornais on-line e rádios (TV só vi Canal Panda e Disney e José hoje não apareceu), não vou falar de José.
Não vou sequer falar das 11 perguntas a que José não respondeu. De nada.

Acho que ainda estou na "ressaca" da Páscoa e não me apetecem docinhos; tenho de parar com as guloseimas, o açucar anda-me a fazer mal - a noite passada até sonhei que José nos tinha deixado e estava na Casa Branca a ajudar Barack com as politiquices. Não me lembro já por quê mas quem estava chateada era a Michelle, até deitou a lingua de fora a José...


Desenganem-se também os senhores deputados, e restantes portugueses abelhudos, que têm estado à espera que chegue à Comissão Parlamentar de Inquérito a documentação pedida à Entidade Reguladora para a Comunicação Social.
Pois o procurador-geral da Republica, o meu "cher" Pinto Monteiro, lá enviou ao presidente da Comissão de Inquérito a documentação pedida.
Mas...
As transcrições das escutas que envolvem José e Armando Vara não constavam.

Lá estavam os despachos que o procurador-geral de Aveiro remeteu para a Procuradoria e as certidões que Pinto Monteiro extraiu, com o acordo do Juiz de Instrução de Aveiro, sobre suspeitas de um eventual crime contra o Estado de Direito.
Quanto aos despachos de Pinto Monteiro... A Comissão recebeu só as conclusões e chega, O resto dos despachos, e as transcrições, continuam na Procuradoria-Geral.

Se o Juiz de Instrução de Aveiro, a P.J e o M.P consideraram existirem suspeitas pois que se deixem de desconfianças que só fazem mal ao fígado, ou então engulam-nas com a isca.

Quanto ao Povo, pois que confie e deixe para quem sabe, isto dá uma grande trabalheira.
Estúpidos, nem sabem a sorte que têm.


AUXILIAR DE MEMÓRIA

Pinto Monteiro ao "Expresso", Nov. 09
"Se dependesse de mim revelava as escutas para acalmar isto"


.

Sem comentários: