.

.
.
.
.
.

HÁ MORALIDADE?


Acabo de ler uma notícia INACREDITÁVEL - sim, sei que há muitas mas esta excede o absurdo (e estou a considerar a diferença entre impossível e absurdo ), em qualquer país, quanto mais no nosso e vindo de quem vem. Quem pode atirar a primeira pedra?

Fica o título, o subtítulo e aqui o link. Queiram pasmar.

«Ministério Público diz que médicos não violaram quaisquer deveres

Dois médicos multados em 32 mil euros por escreverem a Sócrates em papel do hospital

Usar o papel timbrado e o correio do serviço público em que se trabalha para expor um assunto ao primeiro-ministro pode custar muito caro. Que o digam dois dos promotores de um abaixo-assinado dirigido a José Sócrates em Setembro, agora condenados a pagar uma multa global de 32.872 euros pela administração da Unidade Local de Saúde da Guarda (ULSG).» in "Público" 28/04/2010 - José António Cerejo

2 comentários:

Anónimo disse...

Interpretação palpitante neste sítio, opiniôes assim demonstram valor ao indivíduo que aparecer nesta página :)
Escreve maior quantidade de este web site, aos teus seguidores.

Alex disse...

Bem... Conto com os "meus seguidores", se é que a expressão é aplicável, para exporem as suas opiniões e pontos de vista, concordantes ou discordantes.
No caso, neste caso, a imoralidade e injustiça são tão gritantes que já não se trata de uma questão de opinião mas de carácter
...Ou de dois dedos de testa.
Obrigada pela preferência, volta sempre caro anónimo.