.

.
.
.
.
.

O SONHO DO DEPENDENTE DO COMPUTADOR

Há coisas que guardamos no computador de casa
Há coisas que guardamos no computador de trabalho
Há aqueles que, como eu, se passeiam com uma "pen drive" para o que der e vier

Também há aqueles que pensam: "Tenho de fazer um backup dos documentos..."; e no dia em que acontece, no dia em que se espraia o malvado virus empestando os acessos ao que queremos, não temos outro remédio senão formatar o bicho. Lá se vai tudo e ficamos chorando sobre leite derramado.

Claro que já todos sabemos que existem vários "armazens de dados" on line mas a verdade é que , por uma razão ou por outra, não são massivamente utilizados. Uns são caros, outros de confiança duvidosa, outros ainda são chatos de utilizar - pouco intuitívos, restritivos, lentos no upload.


Se é verdade que a Microsoft mudou o mundo, não se pode dizer menos da Google.
E...
A Google lançou hoje  mais um serviço que está prestes a ser disponibizado que, estou convencida, irá ter um forte impacto na forma como pensamos, organizamos e acedemos aos nossos documentos,  como os partilhamos e disponibilizamos a terceiros.
Já não precisaremos de viajar com o portátil para ter acesso, e fazer downloads que pretendemos guardar, já não precisaremos de enviar por e-mail ficheiros pesados, bastar-nos ter acesso a um qualquer ponto de internet.

Chama-se Google Drive, foi lançado hoje e está tudo aqui:

2 comentários:

Sandra disse...

Olá, querida!!!

O link para o "está tudo aqui" não correu bem... :) Se puderes, remete-o nobamente para o blog...

Beijinho grande

Alex disse...

Sandrovska, tens metade da razão:

É verdade que sou querida;

Quanto ao "está tudo aqui", refere-se ao vídeo, não tem link.

Mas dou uma ajudinha: chegas à caixinha mágica da busca Google e escreves: Google Drive, viu? (sem viu?)