.

.
.
.
.
.

ORGANIZEM-SE!!!

Vai José e diz que «a visita ao Médio Oriente não é para vender a Dívida pública», não faz parte da agenda da visita

José foi aos Emiratos para falar de "energias renováveis" na Cimeira Mundial de Energia

José foi todo contente porque, segundo disse (vá-se lá saber...):
«Sou o primeiro chefe do Governo da Europa (ele queria dizer "chefe de Governo de um Estado europeu" mas teve saiu-lhe um acto falhado...) a usar um carro eléctrico nas deslocações urbanas e também vamos ser o primeiro Governo com carros eléctricos para todos os ministros» (vá, 'bora lá às compras...)


Depois...

Bem, depois veio aquele rapaz um bocado broncas que é amigo do Kadhafi e que ainda é Ministro dos Negócios Estrangeiros, o Luís Amado, e quando lhe perguntam se «Portugal estava a tentar vender dívida pública aos investidores do Qatar», o dito vai e responde com toda a convicção:
«Com certeza, está dentro das preocupações. Acredito que os ministros das Finanças tenham falado sobre isso»

E depois...

Depois José reiterou.
"O primeiro-ministro reiterou, esta segunda-feira, que a visita aos Emirados Árabes Unidos tem como objectivo falar sobre energias renováveis, garantido que não estava na região para vender dívida pública, ao contrário do que sugeriu o ministro dos Negócios Estrangeiros." Aqui p./ex.

e mais disse José:
«A questão da compra da dívida pública portuguesa não é uma questão de ajuda, mas de investimento» (E que investimento, digo eu. Tivera eu com que investir que hoje a 7,008% não ia nada mal.)

Oh raios, José também já disse, e reiterou, que Portugal não precisa de ajuda; já disse que o défice está controlado; já disse que não há derrapagem orçamental. Mas por que é que não acreditam no homem?


(Luís a ver os "os eléctricos a passar")

.

2 comentários:

Laurus nobilis disse...

Concordo que já estamos todos fartos desta gente! Mas atenção... continuo na minha... o Coelho e as suas gentes próximas não são melhores... Já agora, também já estou farto destes candidatos ao emprego sazonal de presidente... Bolas! Nunca mais passa o dia 23 para ver se os deixamos de ouvir a vociferarem asneiras.

Gostei do eléctrico!

Alex disse...

Olá!
Acredito que o rapaz Pedro não é boa peça, acredito piamente. Tão mau como o José... não sei se é possível, parece-me mesmo que é inconstitucional.
Quanto a dia 23 deixarmos de ouvir asneiras vociferadas... Ahhh quem me dera ter a tua fé...

Pede um eléctrico ao nosso primeiro, pode ser que à dúzia seja mais barato e que até venhas a calhar ;)