.

.
.
.
.
.

UM SUCESSO, MAIS UM.

Teixeira dos Santos, vulgo "O Bode" (expiatório, claro está), disse um dia que se os juros da dívida pública chegassem aos 7%, Portugal teria de secorrer-se do FMI. Mas isso foi um dia, há muito tempo... Os 7% de então já não valem o mesmo... embora a "tradição" continue a ser exactamente o que, então, era.

Na passada sexta-feira, dia 7, os juros da Lusa dívida atingiram a bonita cifra de 7,913%
Ontem, terça-feira, os juros a dez anos recuaram para os 6,889%
Hoje lá nos compraram a 6,716%
(Que maratona hein... Quem andou a meter o dedo?)

Mas hoje... Ah, hoje foi uma festa, um êxito!
José já disse que o país tem uma folga orçamental de 800 milhões de euros!!!

Hoje "O Bode" disse lá na A.R. que «a venda da dívida foi um sucesso».
Pois foi. O "Espectro" (vulgo FMI) ainda não aviou as malas para vir visitar-nos e a dívida, "foi muita bem vendida"
Ontem era enorme, hoje... bem... hoje é bué enorme. Fixe, um sucesso. Mais um.


«O sucesso mede-se em relação às expectativas. A expectativa era Portugal falir hoje.
Não faliu. Foi um sucesso.»

Rodrigo Moita de Deus


«O NOSSO DÉFICE NÃO AUMENTOU POR DESCONTROLO,
O NOSSO DÉFICE AUMENTOU PORQUE NÓS DECIDIMOS AUMENTÁ-LO»
José Sócrates

«TEMOS DE NOS GUIAR PELAS ESTRELAS
MAS TEMOS AQUI UM PROBLEMA,
É QUE AS NUVENS SÃO MUITAS»
Teixeira dos Santos



"Roubado" ao 31 da Armada via You Tube


.

2 comentários:

Rui Morais disse...

Sera tambem um Special One ?

Alex disse...

Ora então não? Super Special. Então tu não sabes que ainda está para nascer um Primeiro como ele?