.

.
.
.
.
.

MUDANÇA DE HORA, A VINGANÇA!

Não não, não vou mudar o despertador, 
vou deixá-lo tocar, rir-me nas trombas dele e dormir mais uma hora 




Sem comentários: