.

.
.
.
.
.

НОВЫЙ ЛУЧШИЙ ДРУГ TRUMP

(LINK para os curiosos)

Ou, A última Teoria da Conspiração

Isto de mudar de ares às vezes expõe-nos a ventos que nos trazem conversas novas, de outros cantos, ouvidas ao longe sem quase serem perceptíveis. A bem dizer nem são ventos, leves brisas... A bem dizer nem são conversas, são insinuações. A bem dizer nem são perceptíveis, são intuídas. Provavelmente nem existiram, não passam de imaginação minha. Como disse uma vez a um professor que tentava fazer-me uma prova oral: "Na ausência de conhecimento há que demonstrar imaginação". Não liguem, nem leiam, isto sou só eu a exorcizar os disparates que me passam pela cabeça.


Então não é que fui imaginar que o Donald andava metido em negócios com a máfia russa? Ou não seria a máfia? E se fosse a própria Rússia?

Pode  lá ser, um tipo que só quer o bem dos felow americans, um nacionalista de gêma. America first (and the world won't last).

Nem sei onde fui buscar tal absurdo. Talvez me tenha ficado a moer a cabeça aquela coisa de o Donald se recusar a apresentar as suas declarações de rendimentos. Por quê? O homem brada aos quatro ventos "I am very rich!"
Pois é. Ele é.

Hilary, que tem sido acusada de tudo e mais alguma coisa, publicou as declarações de rendimentos dos últimos 32 anos, as suas e as do marido.
Há meio século que todos o fazem.
O Donald não pode, está a ser auditado, diz ele. (Sim, e o que tem uma coisa com a outra? Não é ilegal, não viola qualquer segredo de justiça... Não percebo e parece que não sou só eu).
«Both Bill and Hillary Clinton have released 32 years worth of tax returns. The last Republican nominee for president released two years of returns showing that the multi-millionaire paid a 13% tax rate, waiting until late October before the election before proving then-Democratic Senate Majority leader Harry Reid’s public statements that Romney had paid little or no taxes for a decade. Ironically, Romney’s father George began the tradition of extensive release of taxes in Presidential races back in the 1960s.» 
Fonte: George Will, colunista internacional conservador 
Membro do Partido Republicano até Junho 2016


Também pode ter sido por deparar várias vezes com aquele sabidão chamado Paul Manafort no écran da minha impecável televisão durante a convenção republicana. O Paul é um dos poucos tipos a quem o Donald dá ouvidos no que toca à estratégia de campanha e foi por ele contratado. Não sei se fez bem...
Paul trabalhou em 2005 com Akhmetov, magnata ucraniano do aço, apoiante e financiador de Yanukovych, o primeiro ministro ucraniano aliado de Putin que em 2014 fugiu para a Rússia e que também foi seu cliente.  - A ex- primeiro-ministro Yulia Tymoshenko processou oficialmente Paul por este ter, alegadamente - como é bem dizer- canalizado umas massas valentes de Yanukovych para os EUA; tudo mentira, claro, coitado do Yanukovych. Entretanto Yulia Tymoshenko foi presa.
Como raio foi Paul aos domínios, e à confiança, deste e de outros ricaços ucranianos pró-russos? Dizem as más-línguas que é um protegido de Oleg Deripaska, um multi-bilionário russo, rico mas seríssimo, óbvio, que se dá bem com Putin, curiosamente.

Provavelmente não passa de uma enorme e infeliz coincidência que na véspera do arranque da convenção democrata uns hackers russos tenham penetrado o sistema do Partido Democrático e publicado e-mails procurando lançar uma grossa entrigalhada entre os apoiantes de Bernie Sanders e os de Hillary. A montanha pariu um rato: A campanha de Sanders já declarou, e documentou, que não houve qualquer fraude nas eleições primárias democratas. Shut up.


Bernie’s Press Secretary To Supporters:


We Lost Fair & Square, 
ZERO Election Fraud


________________________________________________

Richard Barger, oficial chefe de informação da ThreatConnect, empresa de ciber-inteligência referiu o seguinte sobre o recente ataque informático:
“We’ve been looking at this very closely from both the technical and non-technical spheres. Based on our analysis, we strongly feel Guccifer2 (o hacker) is linked to a Russian information operations campaign and is not the independent Romanian hacker that he claims to be.”
The apparent link to Russian intelligence raises troubling implications for U.S. foreign relations and national security. Russia has not to date tried to interfere in U.S. elections, but if this is a deliberate effort by the Kremlin to meddle, it is worrisome.

Michael G. Vickers, sub-secretário da Defesa para a Inteligência (leia-se CIA) de 2011 a 2015, refere: 
 “An effort by the Russians to release intelligence in advance of a U.S. election is likely unprecedented. What is really new here is the attempt to influence the politics of the United States. That is the problem.”

Só pode ser coincidência... Qual seria o interesse dos russos - leia-se Putin s.f.f. - em ver Trump na Casa Branca em vez de Clinton? O Donald até é um rapaz bem mais "às direitas".

Convenhamos em que Trump tem dito algumas graves barbaridades no que toca à NATO e à relação dos EUA com os seus aliados europeus da NATO.
CLEVELAND — Donald J. Trump, on the eve of accepting the Republican nomination for president, explicitly raised new questions on Wednesday about his commitment to automatically defending NATO allies if they are attacked, saying he would first look at their contributions to the alliance. 
Asked about Russia’s threatening activities, which have unnerved the small Baltic States that are among the more recent entrants into NATO, Mr. Trump said that if Russia attacked them, he would decide whether to come to their aid only after reviewing if those nations have “fulfilled their obligations to us.”  
The United States created the 28-nation alliance, and Article 5 of the NATO treaty, signed by President Truman, requires any member to come to the aid of another that NATO declares was attacked. It has been invoked only once: NATO pledged to defend the United States after the Sept. 11, 2001, attacks.  
In "The New York Times"

Trump não é um problema dos americanos, infelizmente.

Durmam em paz, isto é tudo desinformação, as declarações do Donald são invenção e o resto é imaginação de uma mulher que não tem mais o que fazer, a euzinha.

Sem comentários: