.

.
.
.
.
.

UMA VITÓRIA ESPECIAL

Está bem, amanhã eu calo-me com os futebóis mas hoje ainda estou a cair em mim e a regozijar-me com uma merecidíssima e sofrida vitória.
Empatamos com quem empatou connosco, vencemos uns outros e nenhum nos derrotou.

Sinto muitas coisas que não consigo verbalizar, como disse, ainda estou a cair em mim. Não é só o futebol, o euro 2016, a vitória, a Selecção, é muito mais do que isso.
É o nosso país pequenino ser Grande, é a capacidade de acreditar, de manter o sonho a ser sonhado, de lutar sem desistir, de não vacilar perante o descrédito alheio.
É saber vencer sem fanfarronices, sem violências de conquistador arrogante, é festejar sem agredir nem humilhar.

Esta é uma vitória importante para nós, portugueses, porque nos lembra de que somos capazes, tão capazes quanto quaisquer outros, bastando para isso que nos lancemos à obra de cabeça erguida, sem queixumes sobre a dor que a luta da vida implica. E que lutemos, juntos, como onze milhões em campo.
Em tempos idos conquistamos mundos, hoje precisamos reconquistar a nossa fé em nós próprios, no nosso país, nas nossas capacidades e possibilidades,
Sim, conseguimos, se a tal nos propusermos.

Obrigada rapazes por nos trazerem este orgulho de sermos exactamente quem somos, nem mais nem menos.

________________________________________

Deixo aqui algumas palavras que Pepe disse ontem pouco depois do final do campeonato que me tocaram especialmente pelas emoções e sinceridade que deixam transparecer:

"Foi complicado, porque nós perdemos o nosso principal jogador, o jogador em quem tínhamos depositado a nossa fé. Era o jogador que podia marcar golos. Quando soubemos que ele não estava mais em campo, tentei passar a mensagem aos meus companheiros, tínhamos de ganhar por ele."

"Ontem, antes do jogo, dissemos que íamos lutar, dar tudo pela nossa nação, iríamos trabalhar e ser humildes. Dentro de campo cada um é o treinador, o mister planeia uma tática, uma ideia, mas nós dentro de campo temos de fazer da melhor maneira possível, o mérito está também nos jogadores, no espírito de sacrifício que tivemos, na humildade."

"Eu acho que essa vitória foi de pura humildade, porque nós representamos o povo português, o povo é isso, humildade, trabalho. Tentámos representar o nosso país da melhor forma possível. Nós tínhamos um objetivo, este jogo era muito importante para Portugal, o povo, os emigrantes e para nós também enquanto futebol português. Não é por acaso, é fruto de muito trabalho, tivemos um foco e esse foco foi conseguido."

. .

8 comentários:

Laurus nobilis disse...

Este espírito tem de ser aproveitado e replicado. Estamos a sentir uma Nação a ter orgulho nela própria e, vejam só, unida por uma equipa de futebol. Para mim é algo estranho mas, se é por esta via, que seja! Parabéns a Portugal e aos portugueses que, nos quatro cantos do mundo, sentiram o peso de um jogo que extravasa em muito a actividade desportiva. Também uma referência ao mundo do atletismo nacional que, no Campeonato da Europa de Amesterdão, conquistou 3 medalhas de ouro e 2 de bronze. Estas vitórias foram e são realmente importantes. Saibamos nós aproveitá-las para outros desígnios.

Laurus nobilis disse...

Peço desculpa pelo engano. No Campeonato Europeu de Atletismo, Portugal conseguiu 3 medalhas de ouro, uma de prata e duas de bronze...

Alex. disse...

É verdade, esta última semana foi de ouro para o desporto português. Temos uma timidez intrinseca que não nos ajuda a auto-estima. O futebol tem uma audiencia e visibilidade que brilha de forma muito especial, não se esconde, grita aos quatro ventos. Que esta "causa" não seja inconsequente

Alex. disse...

Laurus nobbilis,
Até os pombinhos andam na maior...

http://observador.pt/2016/07/12/portugal-e-campeao-de-columbofilia/

Laurus nobilis disse...

E ontem demos 6 a 1 à Espanha em hóquei em patins, no Campeonato da Europa. O Marcelo vai ter de arranjar muitas medalhas de comendador. Realmente é fantástico o que o futebol pode mover... Eu nem gosto muito, mas realmente devia-se estudar o fenómeno. Ontem ouvi o hino nacional durante o jogo de hóquei. Nunca tinha ouvido tal coisa, excepto em França durante este europeu, em que os nossos compatriotas radicados por lá o cantaram. Se é através do desporto, que seja! Ainda faltam os Jogos Olímpicos, a Volta a Portugal, ganharmos o europeu de hóquei e, se calhar, mais algumas coisa que me está a escapar... E no cometário anterior, esqueci-me de duas medalhas de ouro na canoagem, recentemente ganhas!

Alex. disse...

E verdade, os lusitanos andam imparáveis. Tem aí uma falta imperdoável: uma bancada cheia de portuguêses que entoaram o hino enquanto a nossa bandeira subia ao centro por magia do Carlos Lopes nos Olímpicos de Los Angeles.
Pode ser que a moda pegue e passem a notíciar ruidosamente os excelêntes feitos ciêntíficos de dezenas de portuguêses por este mundo em vez de tomarmos conhecimento por discretas notícias em redes sociais.

(Pois, o Marcelo anda todo contente, nem tem de ter imaginação para mais tempo de antena, saiem-lhe os "actos de generosidade" por conta dos feitos alheios)

Alex. disse...

Não se importa de pôr na conta s.f.f.?
http://www.jn.pt/desporto/interior/portugues-campeao-do-mundo-de-maratonas-btt-5250146.html

Laurus nobilis disse...

Maratona btt... Com o estado das estradas em Portugal e com as obras em Lisboa, todas ao mesmo tempo, não admira que os portugueses estejam treinados em terrenos mais acidentados... Parabéns ao campeão!