.

.
.
.
.
.

CHECO-MATE!

Ora bem, dois joguinhos já cá cantam

'Ganda jogo o de hoje, sim Senhores.

E, depois de acalmar, cheguei a várias conclusões:

- O Scolari voltou!
Não, não se tinha ido embora; Voltou a ser "bestial". Já não é o "treinador irresponsável e pouco profissional" que "perdeu completamente o controlo em campo e agrediu um jogador" - Set. 2007

- Os Checos são uns sarrafeiros.

Vocês viram aquele checo ordinário que atirou o português ao chão e, ao saltar-lhe por por cima, fez pontaria com os pitons ao antebraço do desgraçado? (lá se foi a minha tentativa de me comportar linguisticamente...)

- O Ronaldo sabe, e quer, jogar em equipa.

Pois que, se ele fosse tão superstar quanto o pintam, no seu comportamento durante um jogo, bem podia não ter passado a bola ao Quaresma guardando mais um golito para si.

- Mais uma vez a alegria dos portugueses vem da Selecção Nacional de Futebol.

E não me venham dizer que é alienação. Não me considero nada alienada, nem estou nada esquecida do interminável rol de alvaridades que nos rodeia mas, se alguma coisa me lavou a angústia de um dia de filas intermináveis à beira de bombas de combustível, mortos e feridos, supermercados deprimentes e mais todo o resto que assombra a alma Lusa foi esta exibição de rapazes que, na sua maioria talvez nem tenha partido para a vida com as vitaminas em dia e as oportunidades no bolso.

Oh pá, Viva a Selecção, caraças!

1 comentário:

João Carlos disse...

Isto é mesmo de portuguesinho. No caso do Scolari, passa de besta a bestial. Não se preocupem os que o criticam, os bota abaixo porque o Sr que de uma maneira muito especial e directa conseguiu unir o Clube Portugal, vai rumar para Inglaterra quando acabar o Euro 2008 para treinar o Chelsea.