.

.
.
.
.
.

ISTO HOJE NÃO CORREU MAL

FACTO Existem figuras do regime angolano sob investigação pela justiça portuguesa, entre as quais o procurador-geral de Angola, João Maria de Sousa, o presidente do banco Atlântico, Carlos Silva, e as filhas do presidente José Eduardo dos Santos.
FACTO -  As “investigações a figuras angolanas ainda se encontram em curso no Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP) não existindo, por agora, nenhuma decisão final”.
FACTO -  O “Estado angolano, num processo em que é assistente, constituiu como seu representante o escritório de advogados PLMJ, no qual Rui Machete foi consultor até assumir funções como ministro do Estado e dos Negócios Estrangeiros”.
_______________________________ 

José Eduardo Santos:
 «Só com Portugal, as coisas não estão bem. Têm surgido incompreensões ao nível da cúpula e o clima político actual, reinante nessa relação, não aconselha à construção da parceria estratégica antes anunciada».
 Após o discurso de Eduardo dos Santos, o ministro das Relações Exteriores de Angola, Georges Chikoti, disse que: 
«É necessário que os portugueses façam algum esforço para melhorar as relações com Angola .../... que as relações com Portugal podiam ser melhores, mas têm surgido dificuldades que impedem o estabelecimento de relações estratégicas.»
_____________________________ 

Isabelinha das Farturas
 Santos de casa não fazem milagres
Será que lhes passa pela cabeça que o governo vai mandar arquivar as investigações que estão decorrendo em torno de figuras protegidas pelo regime angolano para «fazer algum esforço para melhorar as relações com Angola»?

Queiram Vócências desculpar o incómodo mas não basta ter dinheiro, vestir do muito bom e do melhor, fazer compras nas melhores lojas de griffe europeias da Av. da Liberdade, oferecer pópós topo de gama aos putos para eles se pavonearem pela noite do circuito Lisboa/Cascais despejando garrafas de champagne Cristal como se fosse pirulito; não bastam estas nem as outras, que passam pelos bancos, pelas off-shores, pelas acções empresariais que lavam mais branco e pelos cabeleireiros de luxo que desfrisam mais liso.

Queiram Vócências desculpar o incómodo mas não basta, como dizia aquela senhora, embora glosando sobre um tema não relacionado com a "cúpula", há une petite difference, e, deixem-se de parvoíces, não é na cor.
Vive cette petite difference!
_____________________________

O dia hoje não correu mal: 
Portugal ganhou 3 a 0 ao Luxemburgo
O presidente angolano está de birra porque não lhe fazem as vontades.
-----------------------------------

Há já quatro anos, durante a reinação de José, o Sócrates...
Sem comentários.

1 comentário:

Laurus nobilis disse...

Quanto a esta gente, somente dizer que a propósito de justiça, continuam a morrer portugueses em Angola, cujos autores dos crimes nunca são sequer apanhados, quanto mais julgados. Se calhar, não convém. A transição pós José Eduardo dos Santos vai ser complicada... A luta pelo poder vai ser aguerrida, como convém entre correligionários... Não me admiro de o ver, daqui a pouco tempo, na Marinha ou na Beloura, mais a família e amigos íntimos, a acabar os seus dias e os milhões que tem, sem poder voltar a Angola.