.

.
.
.
.
.

A TELHA

- O Governo não aceita cortes na receita exigidos pelo PSD
- O PSD não aceita que não hajam mais cortes na despesa

- PSD propõe cortes no aumento de impostos, o Governo que decida onde os fará
- Governo exige que seja o PSD a definir onde haverá que fazer os cortes no aumento de impostos

Segundo Catroga (Teixeira dos Santos não apresentou valores), divergem neste desentendimento 450 milhões de euros, sendo que a proposta inicial do PSD apontava para 1200 milhões de euros.

- Até ontem ao meio-dia, quando Teixeira dos Santos interrompeu a reunião, alinhavara-se um acordo, foi elaborado um esboço de comunicado
- Hoje o Governo chegou com um "Acordo final" não passível de discussão ou alteração.

Que espinho político motivou a situação actual?

Catroga - o sumário do "entre ontem e hoje"


A versão do Governo - O país precisa de um Orçamento


Sexta-feira, à hora do chá, haverá Conselho de Estado.




Duvido que haja chá que chegue para todos...
Talvez lá para domingo, Noite das Bruxas, alguém desfaça o bruxedo
Sim... isto só por bruxedo.


.

Sem comentários: