.

.
.
.
.
.

VLAMOS TODLOS COMELE CUM PLAUZINHOS?

«Depois da ruptura nas negociações entre o Governo e o PSD para o Orçamento de Estado, os juros da dívida portuguesa a dez anos voltaram a passar a barreira dos 6%.

O Estado já marcou uma nova emissão da dívida pública de curto prazo para a próxima quarta-feira, o mesmo dia em que se vota na generalidade a proposta de OE para 2011.

O fim das negociações desta semana mereceu a atenção do jornal "Financial Times" que afirma que este impasse "empurrou o país para uma situação mais próxima de uma crise da dívida soberana".»

As boas notícias (?)vieram da China que, com a visita a Portugal, a 6 e 7 de Novembro, do presidente Hu Jintao, anunciou a intenção de comprar títulos de dívida portuguesa.

A vice-ministra chinesa dos Negócios Estrangeiros, Fu Ying, garantiu que o país está disponível para comprar títulos do tesouro português e "participar no esforço de recuperação económica e financeira" de Portugal«A China está interessada em reforçar a aquisição de dívida soberana portuguesa. Para Portugal, é uma ajuda importante para aliviar a pressão dos mercados internacionais, para a China é uma forma de assegurar boas relações com um país da Europa.»..» (Tão queridos...)
in JN 29 Out

____________________________

Vendam-lhes a dívida,
Vendam-lhes mesmo o palácio de S.Bento

(O de Belém não vale a pena porque eles, quando lhes apetecer, logo o ocupam)

Salvem Portugal da fome com os chineses a dar-nos o arroz...

Não se esqueçam é de que vamos todos comer com "os pauzinhos"



Esta notícia trouxe-me à memória duas anedotas que se contavam por aí no final dos anos 70 que tão bem caracterizam a mente retorcida dos dirigentes chineses

Um domingo solarengo o camarada Brejnev acorda bem disposto, espreguiça-se e sorri dizendo:
- "Hoje é um bom dia para chatear o camarada Mao"
Acto continuo telefona a Mao e pergunta-lhe:
- "Camarada Mao, está tudo bem por aí? É que tive um pesadelo assustador... A Praça Tianamen estava cheia de crianças a fazerem um pique-nique acompanhadas pelas suas famílias. Todos estavam felizes, todos sorriam e cantavam... o hino da União Soviética..."

Mao Tse Tung assegura a Brejnev que está tudo bem e que nada de estranho se passa; desliga o telefone e rosna entre dentes
- Deixa-te estar que não perdes pela demora...
No domingo seguinte Mao salta da cama cedo e corre para o telefone ligando o número vermelho do Kremlin
- Leonidas está tudo bem por aí? Tive um pesadelo horrível... A Praça Vermelha estava repleta de gente fazendo um pique-nique, gritando Vivas à revolução

- E então, só isso? Mas isso é natural, não tem nada de horrível, retorquiu Brejnev

- Pois Leo, mas é que estavam todos a comer com pauzinhos, gargalhou Mao.

------------------------------------------

A União Soviética declarou guerra à China
- Três dias depois tinham feito 1 milhão de prisioneiros
- Ao fim de uma semana tinham 5 milhões de prisioneiros
- Passados quinze dias já estavam com 15 milhões de prisioneiros chineses.

Um mês depois Mao liga a Leonidas e pergunta-lhe:
- Então, rendem-se?

________________________
Espero que não apareçam anedotas sobre os Títulos de Dívida vendidos à China...


.

Sem comentários: