.

.
.
.
.
.

O AUTO-GOLO


Aquele rapaz Paulo Campos, secretário de Estado adjunto das Obras Públicas, lá perdeu mais uma boa oportunidade de estar calado

Decorria o almoço dos PS's na Guarda em plena campanha pelo distrito.
Os ânimos estavam inflamados, já o cabeça de lista, o empenhadíssimo Almeida Santos, tinha gritado a plenos pulmões logo no início do seu discurso: «Aqui estamos nós, para ganhar, para ganhar, para ganhar!»

Veio então o Paulinho das obras e sai-se com esta:


«Nenhum presidente de clube de futebol escolhe para ser treinador quem não tenha experiência e não tenha apresentado resultados»

Dito isto no momento justamente áureo de André Villas-Boas, o treinador "puto maravilha"...
Cá para mim tem toda a pinta de auto-golo, este Paulinho.


.

2 comentários:

Anónimo disse...

Oi foi a 1ª vez que li o teu espaço online e gostei muito!Espectacular Projecto!
Cumps

Alex disse...

Obrigada, sabe sempre bem "ouvir".
Volta sempre.