.

.
.
.
.
.

O PROBLEMA DE PORTUGAL SÃO OS FERIADOS



FAÇO, QUERO, POSSO E MANDO

O POVO QUE SE AGUENTE,
A IGREJA QUE SE AGACHE


(A BEM DA NAÇÃO)

_____________________________

«Os deputados socialistas chegaram a acordo quanto à necessidade de reduzir o número de feriados para garantir maior competitividade à economia. O Governo ainda não indicou em que feriados quer mexer, mas pede à Igreja Católica que indique quais os religiosos que são ou não intocáveis.

O que achamos é que se reduzirmos algum feriado civil, seja um, seja dois, a mesma regra deve-se aplicar à Igreja. É melhor ser a própria Igreja a indicar quais os feriados que nesta matéria não têm tanta relevância para os portugueses”,
sugere Ricardo Rodrigues, do PS. Segundo o Governo, a intenção desta proposta de revisão é proteger a competitividade do país e evitar as pontes entre os feriados.»

Ouvido pela Renascença, D. Jorge Ortiga, presidente da Conferência Episcopal, explica que ainda não chegou nenhum pedido neste sentido, mas que quando chegar será imediatamente remetido para a Santa Sé, uma vez que os feriados religiosos fazem parte da matéria da concordata entre os dois estados. Os bispos portugueses serão certamente ouvidos e estão disponíveis para dialogar sobre o assunto, mas a decisão final não passa por eles.»

Ricardo Rodrigues, vice-presidente da bancada do PS, considera que esta é uma matéria excelente para a concertação social, “para
que patrões e sindicatos possam encontrar as melhores fórmulas de tratar o tema".
RFM - notícias
________________________________

PARENTESIS:

RICARDO RODRIGUES, O GÉNIO!

FICHA

RAPAZ QUE JÁ TEVE A... COMO DIREI? VICISSITUDE DE SER CONTEMPLADO COM A DEDICAÇÃO DESTE REAL BLOG

____________________

ASSIM SIM, ASSIM TALVEZ ESTE BANANAL LÁ CHEGUE...

  • Já pagamos a crise mundial, a crise europeia e a "crise" nacional,
  • Já subiu o IVA, o IRS/IRC, os combustíveis, os transportes, e tudo e tudo e tudo,
  • Já fecharam hospitais, maternidades, escolas, e continuam as tentativas sorrateiras que dão brado,
  • Já fecharam milhares de PME's, (as famigeradas PME's da campanha eleitoral),
  • Já foram milhares de pessoas para o desemprego "por causa da crise",
  • Os eventuais investidores não investem porque não há os menores incentivos, condições, estímulos ou proveitos,
  • Já o Estado prescindiu de serviços e direitos fundamentais dos cidadãos, quanto a prescindirem das suas mordomias, regalias e confrarias é que não pode ser nada.

Vá queridos, agora saquem-nos os feriados e as pontes; Fiquei a saber que, segundo o governo, cada feriado custa ao país cerca de 34 milhões de euros... Puxa! Afinal este país produz riqueza à brava, só pode mesmo estar mal gerido.

Saquem uns feriaditos à malta e mais umas quantas assim que consigam inventar. Façam, façam, pode ser que assim este povo adormecido acorde em fúria.

SE NÃO FOR PELA DIGNIDADE POIS QUE SEJA PELOS DIAS DE DESCANSO ROUBADOS (se bem que quase 100% das "pontes" são retiradas de dias de férias)
ESPERO QUE HAJA UM DIA ALGUMA GOTA DE ÁGUA QUE FAÇA COM QUE O NOSSO REBANHO SE AMOTINE.

.

2 comentários:

Roman disse...

Será que o Sócrates sabe o que é a Concordata ??

Alex. disse...

Ó Roman, claro que sabe:
Concordata é a ideologia subjacente aos estatutos do PS (Partido do Socrates) - quem não concordate com ele que vá andando e ainda pode ser que se lixe.
Que raio de dúvida a tua...

Beijinhos e bom fim-de-semana.