.

.
.
.
.
.

"MI LIGA, VAI..."

Na sequência do que ontem escrevi a propósito das declarações do Arcebispo de Braga, esta é das tais...

Acabo de receber o e-mail da Maria Antónia, pessoa em quem faço total confiança, que abaixo transcrevo.

Fiz a minha chamada,
a primeira.
Uma chamada por dia (ou sete seguidas para uma semana, ou 30...) não nos pesa mas fará toda a diferença para muitas crianças dos 0 aos 3 anos.

E há alguém que requeira e mereça mais protecção humana do que as crianças?

Contribuir e divulgar... Vamos lá.

----------------------------------------------
«Não se trata daquelas mentiras que nos chegam diariamente pela Internet; eu acabo de ligar e ouvi a voz da operadora dizer:

"obrigada por ajudar as crianças da Ajuda de Berço"

Pensem nisto. Quem não quiser participar, divulgue, por favor.

Obg.»

«A * Ajuda de Berço * que recolhe e cuida de bebés em risco, está também em risco de fechar portas por falta de verba.

Para ajudar, a Presidente, ontem em directo, sugeriu uma simples chamada telefónica para o

número *760 300 410.*

São 60 cêntimos, para todas as redes, que não fazem diferença e que podem fazer a diferença para eles.

Contribuam para esta boa causa.

Se quiserem, divulguem pelos vossos contactos.

Basta um milhão de chamadas para garantir o funcionamento durante um ano.»
----------------------------------------------

Como funciona a "Ajuda de Berço"?

Condições de Admissão

- Encaminhamento pelos Tribunais e/ou Comissões de Protecção de Crianças e Jovens e/ou Segurança Social de crianças em situação de perigo iminente, nomeadamente:
- Ausência de condições sócio-económicas e habitacionais
-Negligência nos cuidados
- Maus tratos
- Abandono
- Internamento hospitalar da mãe
- Aguardar apoio da família alargada
- Toxicodependência/Alcoolismo/Prostituição
- Doença psiquiátrica dos pais

Critérios de Admissão

- Escalão etário: Desde o nascimento até aos 3 anos
- Zona de Residência, dentro do Distrito de Lisboa, para favorecer o relacionamento e a proximidade com as suas famílias de origem e potenciar os recursos técnicos.
- Grau de emergência da situação
- Existência de decisão judicial
- Tipo de problemática
- Existência de vaga

Os dois centros de acolhimento da Associação Ajuda de Berço são de laboração contínua, a Ajuda de Berço está aberta todos os dias da semana, 24 horas por dia, durante todos os dias do ano. Para que o acolhimento contínuo das crianças seja possível, existem 3 turnos.

Mais informações AQUI e AQUI


.

Sem comentários: