.

.
.
.
.
.

DE QUE VIVE O REAL GANA?

Já não é a primeira vez que para aqui transcrevo comentários ou "e-mails" que recebo quando acho que faz sentido - desde críticas de quem me considera sectária ou pior a comentários a algo que escrevi e que me parecem demasiado pertinentes para que os deixe apenas na "caixa de comentários" e/ou aos quais quero responder de uma forma mais cuidada.

Desta vez um amigo enviou-me um "e-mail" com meia-dúzia de palavras simpáticas acerca deste blog; isto ocorre de vez em quando e, obviamente, não me passa pela cabeça vir a correr prantar aqui palavras só porque me sabem bem, a questão não é essa. A questão é que comecei a responder-lhe, de forma muito pessoal e, quando ia enviar-lhe a resposta, apercebi-me de que esta continha as razões, e as emoções, que estão subjacentes à existência e sobrevivência do Real Gana.

E achei que fazia todo o sentido transcrever tudo para aqui;

No fim de contas o Real Gana não é uma colectânea de escritos objectivos e impessoais tendo por fim a "Informação", muito pelo contrário, é uma manifestação humana sem pretensões jornalísticas, muito pessoal e, essencialmente, subjectiva, acerca de múltiplos assuntos - pessoais e sociais - privilegiando a comunicação, o livre exercício da opinião, o desabafo, a abordagem crítica, o aplauso, a brincadeira, o transbordar emocional, a manifestação de amizade, a transmissão de agrados e desagrados, etc. Numa frase, é a passagem à escrita, por gosto e vontade, de uma pequena parte dos pensamentos e emoções de um ser humano em comunicação com outros.

Porquê fazê-lo e porquê da forma como o faço?
Está tudo, numa dúzia de linhas, aí abaixo.
Obrigada por passarem por aqui, não é fundamental mas é muitíssimo mais agradável saber que há alguém do outro lado que passa por aqui, e muitos que passam e voltam.


From: J-------->
Subject: Re: Real Gana - UMA CAMPANHA ALEGRE

To: "Alex"
Date: Saturday, 23 April, 2011, 9:38


Alex,
Este teu blog está magnífico. Trata tudo com graça sem se perder a noção de que se está a escrever a sério. Muito bom
Bjbjbjbj
EU

-------------------------------

Obrigada, é reconfortante "ouvir" isso.

Este blog funciona como um escape: faz-se de um tempo que reservo para mim, sem filho, trabalho, mãe, cão, casa, supermercado, escola, etc., permitindo-me ficar em casa e ir cuidando o que deve ser cuidado, por mim, não por uma baby-sitter ou empregada, e mantendo-me livre das merdas a que nos expomos quando "andamos por aí" em busca de um escape.

Por outro lado mantém-me em contacto com a vida fora do casulo, mantém-me a cabeça a trabalhar e o hábito de escrever em dia, coisa que, como sabes, gosto de fazer desde caçula - o que não se usa perde-se.

Quanto às "graças a sério", está-me na massa do sangue, venho de uma família de humor irónico, por vezes sarcástico, e é assim que enfrento a vida, que dissipo as nuvens cinzentas tentando não me deixar afundar no queixume e no desanimo quando a coisa não está fácil - e a coisa não anda nada fácil... Acho que é por isso que escolhi para "capa" deste blog uma foto que tem um arco-íris para lá do muro, e uma escada encostada ao muro...

Detesto o cinzentismo, o conformismo, a fatalidade, a congeminação dos problemas e da infelicidade - tudo isto me faz falta de ar, literalmente; preciso brincar com a adversidade, é a minha forma de a torpedear, de a chutar no cu para longe. Não é uma fuga e uma maneira de viver
Quem não perceber isto acerca de mim estará sempre a léguas de me conhecer.
Felizmente tu percebes
E é bom "ouvir" palavras destas vindas de ti, que não és parvo nem bajulador, que não és cinzento nem conformista, que sabes brincar com o teu "lado lunar" com aquele ar garoto de quem nem sonha que existe um lado lunar obscuro... só curtas fases de Lua nova.

Bêjus.

.

Sem comentários: