.

.
.
.
.
.

AINDA ME LEMBRO DO QUE FIZESTE NO VERÃO DE 77


Que Soares apele encapotadamente, ou nem tanto,  à insurreição como se não tivesse a menor noção das consequências que a instigação à violência poderia ter em termos sociais e económicos - não refiro sequer as políticas;
Que Soares não consiga conter a sua raiva pessoal desde que lhe ficaram atravessados os  resultados eleitorais;
Que Soares esperneie e estrebuche para conseguir ainda  fazer ouvir a sua voz de auto-proclamado Grand-Seigneur da democracia nacional (democracia esta que é válida se estiver de acordo com as suas mutantes ideias);
Tudo isto eu entendo, não acho digno nem normal, mas entendo.
O que eu acho  espantoso é que lhe emprestem microfones e papel de jornal como se o próprio e irrepreensível Grande Oráculo de Delfos tivesse falado e dito.
Só me faltava, nesta altura do campeonato, ainda ter de gramar os vómitos de fel desta  Pitonisa malfadada.

Português sofre...


.

Sem comentários: