.

.
.
.
.
.

"Não pode a cadela com tanto cachorro"

Vão ser extintos na Segurança Social, já em Março, um lugar de subdirector-geral na Direcção-Geral da Segurança Social, um lugar de vogal no Conselho Directivo do Instituto de Gestão Financeira da Segurança Social

e

100 cargos dirigentes no âmbito do Instituto da Segurança Social

e

posteriormente, 70 cargos dirigentes, em resultado da entrega de equipamentos sociais geridos pelo Estado a Instituições Particulares de Solidariedade Social. Outros serão integrados noutros serviços públicos locais de atendimento de menor dimensão.

Informação do Jornal de Negócios sobre nota do Ministério do Trabalho

Ou seja,

A Segurança Social irá funcionar com menos 170 dirigentes
e, obviamente, vai continuar a funcionar, se dois ou três fizerem falta já será um espanto.
Quando se dispensam 170 funcionários... é crise ou má gestão de recursos humanos.
Quando se dispensam 170 dirigentes de uma assentada... é um escândalo, é porque já não dá para pagar as uns marmeleiros que não fazem falta nenhuma mas que lá estavam bem apadrinhados - "So many boys, so little money" - desculpa lá pá mas tens de ir andando que isto está mau e os gajos exigem mesmo cortes na despesa.

Lembra-me isto um velho dito popular:
"A fome e o frio metem a lebre a caminho". Pois que caminhem que já não é sem tempo, já vão mesmo muito atrasados.Vá, vão, vão..


PS - Parabéns Senhora Ministra, finalmente. Continue, contrariada ou não, continue que está no bom caminho

.

Sem comentários: