.

.
.
.
.
.

DOIS VIRGENS MAS SÓ UM É GALO

A FARINHA "BRANCA DE NEVE" FAZ HOJE 55 ANOS

Como se pode ouvir no vídeo abaixo:

«PRODUTOS QUE MANTÊM SEMPRE, SEMPRE A QUALIDADE E TENTAM CUMPRIR E ESTAR SEMPRE COM AS PERSPECTIVAS DO CONSUMIDOR»

HÁ MAIS DE MEIO SÉCULO A EMBALAGEM JÁ INCLUÍA A "LINHA DE APOIO AO CONSUMIDOR": DURANTE O DIA PARA A FÁBRICA E À NOITE PARA A CASA DO PROPRIETÁRIO

E diz o povo, lá por Alcains, onde é produzida a finíssima farinha:

«Tudo de bom para o pessoal, emprega muitas pessoas, Deus queira que isto continue»





MAS ISTO DE VIR AO MUNDO A 6 DE SETEMBRO NÃO É TUDO "FARINHA DO MESMO SACO"...



TAMBÉM MEU JOSÉ FAZ ANINHOS HOJE, 52 DELES

Até lhe cantaram os "parabéns" na convenção do PS; Se eu soubesse teria ido até lá e também lhe cantava...

Bem... Não sei se me deixariam entrar...
Soube se fonte segura que aquele inesquecível rapaz Tino de Rans foi impedido de aceder ao palco,
in extermis, pela organização. (a expressão não é minha)
Mudam-se os tempos...


Uma vez que não passei por lá não quero de deixar aqui expressos os meus mais sinceros sentimentos:
José, espero que este seu novo ano lhe traga tudo o que merece.

___________

Dadas as abissais diferenças entre estes dois , ambos "virgens de nascimento", fui em busca de uma justificação que me ajudasse a entender tamanho mistério.

Encontrei-o explicado pela astrologia oriental:

1954 - Ano do Cavalo

O Cavalo é sociável, enérgico, esperto e com uma vontade de ferro. Os Cavalos são seguros, úteis e de confiança e esperam o mesmo das outras pessoas.
O Cavalo é leal para com os seus muitos amigos. Mas muitos poucos conhecerão os verdadeiros sentimento do Cavalo.

1957 - Ano do Galo

O Galo é duro, competitivo, artístico e tem uma vontade forte. Podem ser agressivos quando ameaçados. Não aceitam críticas e ofendem-se facilmente. Exteriormente, é a imagem da agressividade e da confiança em si mesmo, mas no fundo do coração é um conservador e um antiquado.O Galo não deixa jamais escapar a ocasião de contar suas aventuras e de enumerar suas proezas.

Está explicado, é Galo...

.

3 comentários:

Anónimo disse...

Novo Sindrome: OSEP (O Sr. Engº Persegue-me)

Isto de fazer anos logo a seguir ao Sr. Engº é uma chatice. Não me larga esta sensação que tenho, OSEP, que O Sr. o Engº Me Persegue. Mas porquê, se eu sou um cumpridor integral das minhas obrigações para com a sociedade, para com o estado, para com toda a gente, sobretudo para com a inha familia. E não, não me cresce o nariz, contrariamente a alguns lincenciados, que recentemente descobriram que atacar os telejornais também é uma forma de ser vitima dos ataques de quem não concorda com a sua politica. Que me desculpe e TVI, mas tirar a Manuela Moura Guedes do ar foi uma atitude sensata. O outro dia estava a dar a sopa á minha filha e de repente começou a chorar. lhei para a cara dela e percebi que estava a olhar para a televisão e estava sitonizada no telejornal da TVI onde um bicho muito estranho debitava os seus ataques ao governo e ao S. Engº. Não gosto do estilo, não gosto do conteúdo e não gosto da cara. Mas também não gosto do Avante e ... OSEP.

Desculpem-me. Mas é que me dá na gana.

Alex disse...

Caríssimo Anónimo

Eu cá também tenho um amigo que faz anos logo a seguir a meu José, mais concretamente HOJE; E também tem uma filha, aliás, tem duas, mas só uma em idade de precisar que lhe dêem a sopinha. Tal como disse, isto de se fazer anos na mesma altura não quer dizer que seja tudo "farinha do mesmo saco". E depois há o tal signo oriental, por exemplo esse meu amigo é Tigre – bom rapaz, pena ser do Benfica...
(Estás bem? Parabéns, mais logo telefono-te...)
Como digo no post anterior, há muito quem não goste da MMG. Está bem, cada um sabe de si, a questão é outra e não tem a ver com ela ser bonita ou feia (se fossemos por aí a digníssima e admirável Madre Teresa estaria lixada). A questão prende-se com a ingerência do poder político na liberdade de informação; pior, um poder político às escondidas, encapotado e falsamente democrático, seja ele qual for: português ou espanhol, governamental ou oposicionista, é indiferente – Isto não pode acontecer num país onde se apregoa que as pessoas têm liberdade de manifestar, alto e bom som, aquilo que pensam. Obviamente não têm, e isso é muitíssimo grave.Se se trata da MMG ou o Brotas é indiferente.

Alex disse...

Anónimo FS,
Esqueci-me de dizer que delirei com essa do OSEP, se me dás licença vou adoptar a expressão.